Nintendo afirma que não pretende censurar conteúdos de games third-party

Nintendo afirma que não pretende censurar conteúdos de games third-party

Último Vídeo

Ainda considerada por muitos como uma empresa “conservadora” no que diz respeito ao conteúdo de jogos, a Nintendo afirmou recentemente que não pretende censurar nenhum jogo de empresas third party. Segundo o presidente da companhia, Shuntaro Furukawa, ela confia nas classificações de órgão da ESRB e qualquer influência arbitrária seria injusta para a diversidade da indústria.

Nintendo Switch

“A Nintendo, assim como as third parties e seus softwares, solicita uma classificação objetiva de organizações de terceiros antes do lançamento. Se as plataformas donas de plataformas escolhem arbitrariamente, a diversidade e a justiça dos softwares de games seriam inibidos significativamente. Oferecemos controles parentais que podem ser usados para aplicar limites”, afirmou Furukawa.

A questão surge em um momento no qual vários jogos japoneses estão chegando intactos ao Switch, mas recebendo censuras no PlayStation 4, o que tem gerado uma série de críticas à Sony. Embora a Nintendo ainda adapte certos conteúdos na hora de trazê-los ao Ocidente, parece que ela está disposta a trabalhar com uma visão mais ampla do que no passado.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários