Nintendo não pretende lançar DLCs pagos para Super Smash Bros.

Nintendo não pretende lançar DLCs pagos para Super Smash Bros.

Último Vídeo

A Nintendo anunciou o lançamento de um DLC para Super Smash Bros.: nele, Mewtwo é adicionado gratuitamente para quem possuir ambas as versões de 3DS e Wii U do jogo. Como ainda não foram reveladas informações sobre o seu estilo de luta, nem como ficam os fãs que possuem apenas uma cópia do game, começou a especulação sobre o pokémon ser liberado como DLC pago para quem não comprou as duas versões do título.

Segundo Masahiro Sakurai, diretor de Super Smash Bros., a empresa não pretende lançar nenhum DLC pago (logo, não está desenvolvendo nada do gênero) por medo de acusações dizendo que eles teriam deixado de adicionar conteúdo no game-base apenas para vendê-lo separadamente. Além disso, criar personagens é um processo trabalhoso, exigindo grande esforço para manter a fidelidade ao seu conceito original.

Dessa forma, Sakurai também nega a possibilidade de trazer o personagem Ridley, de Metroid, para a lista de lutadores: para equilibrar sua força, seria necessário diminuir a estatura do monstro e impedi-lo de voar livremente. Portanto, ele nunca será feito porque, a partir do momento em que estivesse pronto, já teria deixado de ser o Ridley “como deveria ser”.

Sobre o DLC do Mewtwo, o diretor da franquia afirma que seria uma forma de a Nintendo fazer experiências com novas formas de distribuição de conteúdo aos jogadores.

A versão de Super Smash Bros. para Wii U será lançada amanhã, mas o DLC virá apenas no segundo trimestre de 2015.

Atualização

Como noticiamos nesta matéria, a Nintendo resolveu voltar atrás e liberar o Mewtwo através de um DLC pago para Super Smar Bros. Isso, entretanto, provavelmente só será disponibilizado aos jogadores depois que os donos de 3DS e Wii U receberem o seu Pokémon por terem a versão do game nos dois consoles da empresa. 

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.