Voxel

Nintendo pretende estimular o desenvolvimento e publicação de jogos indie

Último Vídeo

Fonte da imagem: Reprodução/Sickr

“Precisamos trabalhar melhor para que nossa mensagem seja ‘ouvida’”, disse Dan Adelman, gerente de desenvolvimento de negócios da Nintendo em entrevista ao portal Polygon. O comentário de Adelman faz referência a implementações nas companhias da empresa no setor de desenvolvimento e publicação de jogos indie. “Essa não será apenas uma prioridade para a Nintendo”, afirmou também Damon Baker, gerente sênior de licenciamento e marketing da “Big N”.

Os executivos disseram, ainda, que muitas lições foram aprendidas nesses últimos anos após o lançamento da WiiWare. “Algumas dessas políticas dificultou o trabalho dos desenvolvedores, fazendo-os não publicar jogos em nossas plataformas”, admitiu Adelman. Sobre o sistema eShop, mais esclarecimentos foram feitos. “Queremos torná-lo mais ‘dinâmico’ e levá-lo o mais perto possível [dos desenvolvedores] a um baixo custo de entrada, em um processo realmente suave”.

A eShop não pode parar...

A eShop está sempre em um trabalho progressivo”, disse Baker. “Iremos ter uma oferta ‘off-device’ (através da web e dispositivos portáteis inteligentes) para as vendas da eShop em algum momento. Temos bastante conteúdo disponível, mas, quanto mais conteúdo é publicado, soluções mais ‘eficazes’ precisam ser priorizadas”, comentou o especialista em licenciamento da Nintendo.

E também conforme comentado por ambos os entrevistados, a presença da companhia em eventos relacionados a tecnologia deverá servir como canal de comunicação entre Nintendo e comunidade de senvolvedores independentes - esse laço, ainda não muito firme, precisa de fato ser melhor traçado. 

Lembra-se do jogo  The Binding of Isaac? Ele foi banido da eShop devido a questões de credo. Que tipos de novas políticas à publicação de jogos indies a Nintendo pretende elaborar?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.