Voxel

Nova geração de consoles pode estagnar de vez as vendas do Wii U

Último Vídeo

Fonte: Reprodução/Technobuffalo

Nem mesmo uma redução nos preços do Wii U pode livrar o console da Big "N" da estagnação. De acordo com Michael Pachter, analista do Wedbush Securities, "há um número insuficiente de títulos aos 'jogadores comuns' disponíveis para o Wii U" – durante seu quinto mês de vida, o console atingiu a marca de cerca de 55 mil unidades vendidas.

Também na opinião do analista, os jogadores comuns tendem a se concentrar agora nos lançamentos dos novos consoles da Microsoft e da Sony: o Xbox 720 e o PlayStation 4, respectivamente. “E se os preços do PS4 e do próximo Xbox forem razoáveis, as vendas do Wii U podem realmente 'se estagnar'", completa Pachter. "Achamos que a próxima geração de consoles vai ter uma performance ligada aos recursos multimídia”, diz ainda o analista.

O que a próxima geração pode nos revelar?

Em entrevista ao site Edge, Michael Denny, vice-presidente dos estúdios da Sony, parece confirmar o que Pachter, enquanto analista e especulador, aponta: "A comunidade gamer está pronta para algo novo, mais profundo, mais rico e mais conectado". Denny se refere às novas experiências que serão, em tese, proporcionadas pelo PlayStation 4.

"Estaremos focados nos jogadores e na experiência de jogo em si para que possamos oferecer um diferencial (...). E é por isso que precisamos compreender muitas ideias, como a de integração", revela o executivo. Assim, tudo indica que a próxima geração de consoles vai estar decidida a incorporar de fato os conceitos de interatividade multimídia.

Fonte: Reprodução/Sony

"Absolutamente; jogadores têm se proliferado por meio de inúmeros dispositivos, e nós temos de acompanhar isso. No entanto, nenhum desses dispositivos [não oficiais] pode prover as experiências de um 'console caseiro' – que serão possíveis com o PlayStation 4", afirma Denny ao falar sobre os movimentos constantes da indústria dos jogos.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.