Nova patente da Activision usa o matchmaking para encorajar microtransações
02
Compartilhamentos

Nova patente da Activision usa o matchmaking para encorajar microtransações

Último Vídeo

Notícia atualizada com a posição da Activision

Em um comunicado enviado à equipe do Voxel, a Activision reforçou que a patente não foi usada em nenhum de seus jogos. Confira o pronunciamento da empresa:

“Essa foi uma patente exploratória registrada em 2015 por uma equipe de pesquisa e desenvolvimento trabalhando independentemente de nossos estúdios. Ela não foi implementada em nenhum de nossos jogos.” 

Notícia original

Veio a público nesta quarta-feira (18) que a Activision, responsável por games como Call of Duty, registrou uma nova patente para usar o matchmaking de seus jogos como forma de estimular a compra de microtransações. O novo sistema colocaria jogadores nas salas de quem adquiriu itens pagos como forma de estimular que eles “abrissem a carteira” para obter os mesmos equipamentos.

Registrada em 2015 por um time de pesquisa e desenvolvimento da companhia, a patente não tem aplicação prática em nenhum jogo. “Essa foi uma patente exploratória registrada em 2015 por um time de pesquisa e desenvolvimento independente de nossos estúdios de games”, garantiu a Activision ao Glixel.

A patente descreve um sistema que leva em consideração quesitos como o nível de habilidade, a latência de internet e a disponibilidade de amigos online na hora de juntar uma pessoa a um time de jogadores. Embora possa ser usada com o único intuito de equilibrar partidas, a tecnologia também pode ser usada para parear pessoas de forma a estimular a compra de itens.

Um jogador novato pode querer emular o jogador avançado ao obter suas armas ou outros itens usados por ele

“Por exemplo, em uma implementação, o sistema pode incluir um sistema de microtransações que arranja os jogos para influenciar compras relacionadas ao game”, afirma o documento. A descrição sugere uma situação em que um novato é pareado com um jogador veterano repleto de itens atrativos, que também poderão ser comprados via microtransações. “Um jogador novato pode querer emular o jogador avançado ao obter suas armas ou outros itens usados por ele”.

Sistemas inteligentes

A tecnologia também pode ser usada para detectar quais tipos de itens devem ser promovidos, bem como para colocar jogadores em partidas com outras pessoas que já decidiram comprar equipamentos adicionais. “O sistema de microtransações pode colocar o jogador em uma sessão na qual uma arma em particular é muito efetiva, dando a ele a impressão de ter feito uma boa compra”.

Activision

Embora a patente descreva o contexto de um jogo de tiro, a tecnologia também pode ser usada em uma grande variedade de gêneros distintos. Em outras palavras, há grandes chances de que o sistema se torne um padrão nos jogos futuros da empresa, embora ainda não haja indícios de quando isso pode começar a acontecer.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.