Voxel
59
Compartilhamentos

Novas imagens mostram ambientação moderna em Castlevania: Lords of Shadow 2

Último Vídeo

Depois de uma longa espera, Drácula está prestes a retornar aos consoles. Castlevania: Lords of Shadow 2 chega para PC, PS3 e Xbox 360 no próximo dia 25 de fevereiro e, para comemorar a proximidade do lançamento, a Konami liberou uma série de imagens do jogo, além de algumas artes conceituais dos personagens.

E não é que tudo está ficando muito bonito? A ambientação está muito boa e só de ver aqueles monstros gigantescos contra a luz da lua eu já sinto vontade de pegar um chicote, um espada e partir para a porrada.

No entanto, o que mais chama a atenção no conteúdo liberado é que podemos, finalmente, conferir como será a parte contemporânea do game, já que é possível ver algumas cenas de Gabriel Belmont entre prédios e outras construções modernas, além de enfrentando criaturas em becos e no meio do esgoto.

Além disso, a Mercury Steam liberou um vídeo de perguntas e respostas que esclarece alguns dos pontos mais questionados pelos fãs, como o teor da história e algumas das habilidades de Gabriel. Assim, se você não vê a hora de se transformar no vampiro mais famoso do mundo, confira o que vai estar à sua espera.

Nada de nova geração

E se, com a chegada do PS4 e Xbox One, você tinha esperanças de ver um Drácula next gen cortando monstros e rasgando gargantas humanas, pode tirar esse morceguinho da chuva.

Em entrevista ao site Destructoid, o produtor do game, Dave Cox, deixou bem claro que não há planos de levar Lords of Shadow 2 para as novas plataformas neste momento. Segundo ele, a possibilidade foi levantada nos estúdios da Mercury Steam, mas a equipe decidiu que fazer isso seria uma forma de retroceder no processo geral de desenvolvimento e que, por conta disso, decidiram descartar a ideia.

Além disso, Cox explica que a produtora criou um motor gráfico completamente novo para este Castlevania e que ele foi totalmente pensado em torno do hardware do PS3 e Xbox 360, o que significa que eles tiveram de fazer algumas concessões em termos de design e arquitetura para que a engine funcione perfeitamente. Segundo ele, essas decisões tomadas poderiam afetar o desempenho nos demais consoles.

Outro fator que fez com que a Mercury Steam se mantivesse na atual geração foi o fato de o primeiro Lords of Shadow ter sido lançado nela. O produtor conta que não queria fragmentar a série, lançando uma sequência em outra plataforma — o que certamente iria provocar a ira dos fãs, como aconteceu com Bayonetta 2.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.