Voxel

Novo Tomb Raider não é somente um jogo sobre uma garota, afirma diretor de arte do game

Último Vídeo

Img_normal
Embora um dos grandes chamarizes da série Tomb Raider seja a presença de Lara Croft, uma das “musas” dos jogos eletrônicos, a Crystal Dynamics não quer que esse seja o foco de seu novo game. Segundo o diretor de arte do jogo, Brian Horton, o objetivo de ter uma mulher como protagonista não é só oferecer algo que os jogadores homens possam apreciar.

“Estamos fazendo um game sobre alguém que é inexperiente e que tem que aprender como se transformar em uma heroína”, afirmou Horton à EDGE. “O fato de que ela é uma mulher não escapou à nossa vista, e isso é uma parte importante da dinâmica de um Tomb Raider, mas nossa preocupação principal não é distinguir o fato de ela ser mulher. Estamos apostando no fato de que ela é um ser humano crível”.

Segundo o diretor de arte, a resposta de quem pôde testar o novo título foi bastante positiva até o momento. Ele afirma que, mais do que tornar Lara um objeto, os jogadores realmente se importam com ela e querem protegê-la de alguma maneira.

“Sinto como se alguns jogadores possam evoluir sua perspectiva. Eles podem pensar no começo ‘estou protegendo ela’, mas, conforme eles crescem junto a ela, começam a pensar ‘eu sou ela’, conseguindo viver a fantasia e a satisfação de ser Lara Croft”, complementa Horton.

Fonte: EDGE

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.