Voxel

Novo Xbox pode ter quatro unidades para acelerar hardware e trazer melhor desempenho

Último Vídeo

(Fonte da imagem: Reprodução/Mercado Livre)
Minha maior expectativa com o lançamento dos novos consoles não é ver os recursos inéditos ou os gráficos que me aguardam, mas saber que os rumores e especulações sobre a configuração das próximas plataformas chegaram ao fim. E enquanto isso não acontece, eis que novos detalhes sobre o hardware do Xbox 720 — ou Durango, se preferir — surgem na internet.

Desta vez, o site VGLeaks trouxe uma notícia muito boa para quem espera que o sistema da Microsoft tenha grandes visuais e um desempenho bem acima do atual. Isso porque, segundo a página, o console contará com quatro Move Engines, unidades específicas que funcionam como aceleradores e ajudam o video game a executar determinadas tarefas, otimizando seu funcionamento.

Quatro mãos para dar um empurrãozinho

Isso faria com que tanto a CPU quanto a GPU do Durango não trabalhassem isoladamente, mas auxiliadas por essas quatro unidades para obter o melhor resultado do processamento de dados. Em outras palavras, isso tudo é diretamente traduzido na parte gráfica e na própria condução daquilo que você verá em sua tela.

(Fonte da imagem: Reprodução/VGLeaks)
E por mais que as quatro Move Engines — numeradas de zero a três — sejam fixas e dedicadas a esse apoio, algumas delas possuem funções secundárias que tornam aparelho mais eficiente. Ainda que todas elas se comuniquem diretamente com as memórias RAM e ESRAM e com o próprio jogo, somente a Move Engine 0 é compartilhada com o sistema operacional, centralizando as operações em uma única unidade.

Além disso, outras duas também agem como empacotadoras de dados, descomprimindo (ME 2) e comprimindo (ME 3) informações à medida que eles são requisitados. Desse modo, caso o console não esteja usando determinada informação, a unidade vai “armazená-la” para deixar a memória e a CPU/GPU livres e não comprometendo seu desempenho.

Por fim, a Move Engine 2 ainda funcionaria como decodificador de JPEG, acelerando o processamento de imagens, o que seria incrivelmente útil na hora de criar texturas e outros detalhes visuais. Assim, o novo Xbox conseguiria apresentar elementos que o hardware atual não é capaz de manter.

É claro que tudo isso é apenas fruto de rumor e pode ser que, até o anúncio oficial da Microsoft, isso mude ou seja revelado como apenas mais um boato. Portanto, só nos resta esperar para saber se isso é realmente verdade. Esperamos que sim.

Fonte: VGLeaks

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.