WoW perde 3 milhões de assinantes e volta à média vista em Pandaria

WoW perde 3 milhões de assinantes e volta à média vista em Pandaria

Último Vídeo

Na última reunião de investidores da Activision Blizzard, a empresa informou que o número de assinantes de World of Warcraft caiu de 10 milhões para 7,1 milhões no primeiro trimestre do ano fiscal, que terminou em 31 de março. Enquanto o valor subtraído de 2,9 milhões certamente vai fazer muita gente voltar a papagaiar “WoW está acabando”, isso está longe de ser verdade: graças aos serviços oferecidos relacionados ao jogo (montarias, transferências etc.), o faturamento da Blizzard se manteve igual, mesmo com a queda de assinaturas.

Além disso, pode-se ver que o número voltou ao que era antes do lançamento da expansão Warlords of Draenor, ainda em Mists of Pandaria. Em outras palavras, considerando a época de final de ano em que as novidades saíram, muito provavelmente várias os jogadores estavam de férias, facilitando sua volta ao jogo temporariamente. Logo, o número atual tem grandes chances de representar o “verdadeiro” número de assinantes – quem é fiel mesmo.

Também vale lembrar que a empresa já falou que pretende acelerar o lançamento de expansões e entrega de conteúdo, o que está se provando verdade com Warlords of Draenor, pelo menos. No caso, Mists of Pandaria foi demorado para terminar pois a equipe tinha aumentado exponencialmente, e era necessário treinar os novatos para garantir a velocidade de conteúdo posterior.

Mesmo depois disso, se você ainda está preocupado, lembre-se de que World of Warcraft ainda está longe de perder o posto de MMORPG com maior número de assinantes. E, além disso, a Activision Blizzard informou também que o número de inscrições no Beta de Heroes of the Storm está em 11 milhões e, também, que o número de jogadores de Hearthstone aumentou de 25 milhões para 30 milhões no último trimestre.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.