Voxel

O carro Red Bull X1 Prototype estará em GT5

Último Vídeo

A revista britânica Car revelou esta semana que o carro Red Bull X1 Prototype estará disponível em Gran Turismo 5. O supercarro é um protótipo construído em parceria com a Polyphony Digital, além de o projeto ter participação de figuras da Fórmula 1 — como o engenheiro Adrian Newey e o piloto Sebastian Vettel.

As especificações do veículo são impressionantes (não ficam atrás do design) e devem impressionar até mesmo os mais fanáticos por velocidade:

  • Motor: gasolina, 1483 cavalos-vapor a 15.000 RPM;
  • Transmissão: continuamente variável, tração traseira;
  • Velocidade máxima: 400 km/h;
  • Peso: 545 kg;
  • Comprimento/Largura/Altura: 4750/2180/980 mm;
  • Tempo de volta em Suzuka: 1:11.540, em minutos (a volta de Vettel nesse circuito em 2009, na F1, foi de 1:30.833);
  • Características especiais: rodas cobertas, uma espécie de “efeito ventilador” para aumentar a downforce em velocidades baixas e médias.

Kazunori Yamauchi, responsável por Gran Turismo, ainda comentou com a revista sobre a criação da máquina, que tornou Vettel incrivelmente mais rápido em comparação com seu Fórmula 1 RB6.

Segundo ele, a ideia de criar um veículo tão rápido já existia há anos, e o X1 é a resposta à pergunta que ele mesmo fez há algum tempo: “se construíssemos o carro de corrida mais rápido, um que deixe de lado todas as regras e regulamentos, como ele seria, como ele se comportaria e qual seria o sentimento de pilotá-lo?”.

Uma pergunta que pode ser respondida categoricamente por poucos, mas ao menos teremos a oportunidade de sentir virtualmente o bólido. Algo tornado possível, segundo Yamauchi, graças ao contato com o engenheiro Adrian Newey — o que foi proporcionado pela Red Bull.

Para a construção do modelo, Yamauchi levou alguns designs ao engenheiro da F1 e recebeu conselhos sobre a viabilidade do processo. Assim, segundo ele, foi possível entender o que é permitido e o que não é permitido no circuito internacional de corridas — e perceber o que podia ser desconsiderado.

Yamauchi ainda ressaltou que ficou impressionado com as capacidades de hardware dos simuladores da F1, e que gostaria muito de poder rodar GT5 em um deles — algo que ele acredita que vai acontecer em breve.

Ele não negou que o desenvolvimento do título esteja levando muito tempo, mas atribui isso aos objetivos extremamente complexos colocados pelo próprio time diante de si — e que ele considera cumpridos. Deu ainda o exemplo de um gamer que virou piloto de corrida, Lucas Ordoñez, devido a um concurso realizado pela GT Academy em parceria com a Nissan.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.