Voxel

Pachter prevê corte no preço do Wii U, mas Nintendo confia no custo-benefício

Último Vídeo


Quem acompanhou toda a especulação em torno do Wii U, sabe que um dos maiores críticos do novo console era Michael Pachter, um dos analistas de mercado mais influentes do mundo dos games. E depois de muitos boatos sobre o preço e o possível fracasso do aparelho, ele veio a público comentar sobre o recente anúncio sobre o valor pelo qual o aparelho chegará às lojas dos Estados Unidos.

Em entrevista ao site Computer and Video Games, ele afirmou que a Nintendo está cobrando muito caro pelo sistema, que começará a ser vendido por US$ 300 — cerca de 606 na cotação atual. Para Pachter, por mais que a “Big N” tenha uma grande base de fãs que irá adquirir o produto tão logo ele seja disponibilizado, isso não será o suficiente para fazer do aparelho algo competitivo com os demais consoles e tablets.

Diante disso, o analista acredita que a companhia será obrigada a fazer um corte de preços antes do final de 2013, ou seja, cerca de um ano após seu lançamento. Por outro lado, ele parece ter mudado de ideia quanto ao suposto fracasso do sistema e diz que acredita que, até o fim de janeiro, o Wii U venderá entre 1 milhão e 1,5 milhão de unidades somente nos Estados Unidos.

A visão da "Big N"

Enquanto Pachter critica os US$ 300 cobrados pela Nintendo, o presidente da divisão norte-americana da companhia, Reggie Fils-Aime, está bem confiante com o valor apresentado. Segundo ele, o sucessor do Wii faz jus ao seu preço ao oferecer conteúdos que fazem valer cada centavo — como o GamePad, o Miiverse e o Nintendo TVii.

(Fonte da imagem: Reprodução/Reino do Cogumelo)
Quando questionado sobre uma possível redução, como aconteceu com o 3DS, Fils-Aime explicou que aquilo foi um caso isolado e não uma nova tendência da empresa — algo que foi motivado exatamente pelo prejuízo que o portátil trouxe à companhia.

Porém, pelo visto, a Nintendo não terá com que se preocupar em relação a isso com o Wii U. Embora muita gente tenha considerado os US$ 300 um valor "salgado", as pré-vendas já estão bastante satisfatórias. O presidente conta que já recebeu o retorno positivo de diversas lojas que começaram a fazer a venda antecipada do console, dizendo que os consumidores estão indo em peso em busca da nova geração.

Fonte: Computer and Video Games, VG24/7

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.