Voxel

Para analista, Xbox One é capaz de encarar a “batalha da sala de estar”

Último Vídeo


Durante a conferência do Xbox One, a Microsoft deixou bem clara sua estratégia para a próxima geração. Com seu novo console, a empresa não quer trazer apenas um video game, mas uma central de entretenimento que centralize todas as mídias possíveis. E por mais que muita gente tenha torcido o nariz para a novidade, alguns analistas de mercado veem a notícia com bons olhos.

Segundo o consultor da Robert W. Baird & Co, Colin Sebastian, a empresa conseguiu trazer melhorias significativas em termos de hardware, software e de recursos com o Xbox One, o que pode realmente fazer com que o console se torne o centro da sala de estar, além de ampliar seu público.

Segundo ele, a Microsoft seguiu um caminho oposto da Sony com o PS4 — que claramente focou sua apresentação em grandes games para o jogador de sempre —, preferindo fazer com que seu sistema atinja pessoas diferentes para aumentar sua participação no mercado.


Sebastian afirma que o Xbox One é o símbolo de uma tendência que sua fabricante já previa: a batalha por atenção em uma sala de estar que vai além dos video games — e é por isso que essa busca por centralizar outros tipos de mídia é tão importante. Desse modo, ele e sua consultoria acreditam que a Microsoft tem total capacidade de encarar essa “guerra” de dispositivos dentro de sua casa.

No entanto, o analista ainda aponta algumas incógnitas que vão fazer toda a diferença no sucesso da plataforma. Segundo ele, questões como preço — tanto do aparelho quanto de recursos adicionais — e detalhes de especificação de determinadas funções podem mudar esse cenário.

Ele ainda compara o console com o rival PlayStation 4, dizendo que suas configurações são bastante semelhantes e que a diferença entre eles vai se restringir em termos de serviços online, conteúdo multimídia e, é claro, jogos exclusivos.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.