A partir dessa semana, Battleborn será free to play, mas com limitações

A partir dessa semana, Battleborn será free to play, mas com limitações

Último Vídeo

Apesar de ser um bom jogo que, como qualquer outro, tem os seus problemas, Battleborn sofreu gravemente com um competidor de peso: Overwatch. Muitos analistas acharam que o lançamento próximo afetaria em vendas, mas a Gearbox insistiu na ideia, que acabou não dando muito certo. Agora, o jogo será free to play para compensar. Ou pelo menos algo parecido com isso.

Veja bem, desde 2016, os produtores do game se recusavam em pensar em uma forma de torná-lo gratuito e queriam apenas uma forma de colocar alguma espécie de versão de testes. Agora, não teve jeito: com o número de jogadores extremamente baixo (chegando a ter apenas 70 pessoas online no game), a Gearbox teve que apelar para o modelo de negócios mais acessível.

Número de jogadores de Battleborn

A partir dessa semana, o título terá todos os recursos disponíveis para qualquer um, mas com um único porém: haverá rotação de personagens toda semana, similar a League of Legends e demais games do gênero. Porém, por algum motivo, a desenvolvedora continua insistindo que não se trata de um modelo free to play, e sim uma versão trial.

Pode parecer conspiração, mas nesse mesmo final de semana teremos um evento de Overwatch que oferece o dobro de experiência, algo que pode afastar alguns jogadores (além de termos a E3 acontecendo, claro).

A tática de deixar o jogo gratuito não é nova e temos até alguns exemplos recentes, como Evolve. Battleborn teve uma análise positiva aqui no TecMundo Games, mas parece que a comunidade simplesmente não aceitou a proposta do jogo.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.