Pew Die Pie é banido da China por falar de protestos em Hong Kong

Pew Die Pie é banido da China por falar de protestos em Hong Kong

Último Vídeo

PewDiePie, hoje o maior youtuber do mundo, se juntou a lista de pessoas e empresas no grupo de "não desejados" da China. Em um recente vídeo postado no seu canal, PewDiePie contou de forma bem-humorada que tinha sido banido também do país asiático, mostrando uma pesquisa feita lá, na qual quando procuravam o nome do seu canal, nada aparecia.

(Fonte: PewDiePie/Youtube)

No vídeo no qual comenta seu banimento, PewDiePie diz que o motivo foi ter comentado, em um vídeo humorístico, os protestos pró-democracia que ocorreram em Hong Kong, além de ter mostrado o líder deles sendo comparado com o Ursinho Pooh. "Eu estou rindo, mas eu sinto muito se você está na China e quer ver os meus vídeos. Isso é uma droga.", disse o youtuber.

Alguns usuários do Reddit que dizem estar na China (apesar do Reddit também ter sido banido lá) afirmam que, além dos resultados normais de busca com PewDiePie terem sido excluídos, todas as postagens em fóruns e redes sociais sobre o youtuber também foram apagadas. Por outro lado, alguns usuários dizem que a pesquisa com o nome do sueco ainda dá resultados:

INSERIR TWEET: https://twitter.com/Bernstein/status/1186315174954897408

Confira abaixo o vídeo postado por PewDiePie, contando sobre o banimento:

INSERIR VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=8HehfOtRbUk

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários