Voxel

PewDiePie fala sobre polêmica de reviews pagos pela Warner: ‘sou inocente’

Último Vídeo

Nesta semana, surgiu na rede uma notícia associando o nome de Felix Kjellberg (popularmente conhecido como PewDiePie) ao fato de que ele e outros youtubers foram pagos para falar de forma positiva sobre Middle-Earth: Shadow of Mordor. Para esclarecer alguns pontos (e até mesmo explicar o ocorrido), ele fez o vídeo que você confere na abertura desta notícia.

Na gravação, PewDiePie menciona que muitos youtubers estavam envolvidos nessa ação, mas que apenas o seu nome apareceu pelo fato de ser o mais popular do grupo (a nota, que divulgada pela Federal Trade Comission dos Estados Unidos, se refere a ele como “o mundialmente popular PewDiePie”). Entretanto, desde o início ele jogou limpo com o público, e havia desde o início, na descrição do vídeo, a informação de que o conteúdo do jogo era patrocinado pela Warner Bros.

Realmente, a informação de que o conteúdo era patrocinado estava lá desde o início

“Primeiro, isso foi há dois anos [em 2014, ele não era obrigado a fazer tal tipo de menção]. Segundo, a informação estava lá. Ninguém fala disso. Basicamente, o que aconteceu foi que vários youtubers foram envolvidos nesse patrocínio, mas como eu sou o maior youtuber, meu nome é o único que aparece. O que aconteceu é que nós não éramos obrigados a divulgar isso, mas eu fiz. Outros youtubers não divulgaram”, comentou PewDiePie.

Na gravação, ele também menciona que talvez tivesse sido mais prático explicar isso melhor quando o vídeo foi publicado, bem como colocar tal informação no topo da descrição (algo que ele faz atualmente para evitar confusões). Além disso, ele cutuca a mídia internacional por ter usado seu nome como isca para atrair cliques quando, na verdade, não havia feito nada de errado.

“Se eu fiz algo errado, devo arcar com as consequências. Neste caso, não acho que tenha feito isso”, continuou o youtuber.

PewDiePie se divertiu com o Shadow of Mordor, e essa foi a sua opinião em um dos vídeos gravados. Nada além disso.

Esclarecimento

Outro detalhe mencionado por PewDiePie na gravação é que muitos estão oferecendo a ele o rótulo de “reviewer” e até falando que é antiético que, nessa posição, faça algo positivo para promover um jogo. Porém, ele acredita que não se enquadra nessa categoria.

“Todo mundo está me chamando de ‘reviewer’ e falando que é antiético eu fazer uma análise positiva, mas eu não sou um ‘reviewer’, e se você assistir ao vídeo, o que eu digo é isso: ‘obrigado por deixar um like e comentar nesse vídeo, e como sempre obrigado por me acompanhar. Eu me diverti muito jogando este game e espero que você também tenha se divertido’”, ressaltou.

Com isso, PewDiePie continua sua defesa mencionando que foi apenas uma vítima em toda essa ação. E você, concorda com isso? Deixe a sua opinião no espaço destinado aos comentários.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.