Phil Spencer volta a falar sobre a função Family Sharing no Xbox One

Phil Spencer volta a falar sobre a função Family Sharing no Xbox One

Último Vídeo

Quando o Xbox One foi anunciado originalmente, ele possuía uma qualidade interessante a despeito de seu desnecessário DRM que obrigava os jogadores a ficarem sempre online. Esta qualidade era a funcionalidade batizada de Family Sharing, que nem chegou a ser de fato lançada e foi cancelada no Xbox One. No entanto, os jogadores viram a oportunidade que estavam perdendo e a Microsoft tem prometido desde então trazer de volta esta função ao console.

Para aqueles que a desconhecem, a tecnologia Family Sharing foi desenvolvida para permitir que os jogadores escolhessem até 10 membros entre sua família e amigos para compartilhar dados digitais de games. A ideia seria permitir que títulos baixados fossem emprestados, revendidos ou até mesmo doados para outros. Phil Spencer, o grande nome por trás do Xbox One, promete que a função ainda está nos planos da empresa:

“Nós olhamos para as funções digitais que prometemos no ano passado e sabemos que, sim, muitas delas realmente empolgaram os gamers. Elas eram funções inteligentes para pessoas que possuíam muitos jogos, além de alguns consoles, e que de repente possuíam muitas pessoas em sua casa ou gostariam de compartilhar essas experiências com seus amigos. Enquanto eu olho para onde devemos seguir no futuro, eu vejo estas funções no nosso guia de viagem.

Existe alguns desafios a serem superados quando temos os DRMs nos discos e como aqueles jogos podem ser jogados. Nós nos perdemos um pouco nas funções que gostaríamos de implementar no passado, como a obrigatoriedade de se conectar à internet e etc, quando no fundo o que realmente queríamos era ajudar nossos consumidores. Pessoas que possuem grandes coleções de jogos e desejam compartilhá-los com suas famílias e seus amigos. Existem muitas coisas sobre os quais temos boas idéias, e eu não desisti delas. Existe apenas certa complexidade para resolver quando você tem discos (a mídia física) sendo utilizados, você precisa entender como passar por este DRM e outros problemas semelhantes. Mas a função definitivamente está em nossos planos. ”

Quando foi deixado implícito que a Microsoft já poderia acrescentar a função de Family Sharing nas bibliotecas virtuais de jogos, Spencer alegou que isso não seria justo com os consumidores que compraram seus títulos em mídia física sem saber que seriam prejudicados quando os outros tivessem acesso a esta função. Para ele a questão precisa de muito raciocínio e ela virá quando “o tempo for correto e a maneira também. ”

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.