Philips processa Nintendo pelo uso de patentes protegidas no Wii U

Philips processa Nintendo pelo uso de patentes protegidas no Wii U

Último Vídeo

A Philips Electronics abriu um processo contra a Nintendo of America, a quem acusa de usar sem a devida permissão patentes protegidas em alguns de seus produtos. Segundo a companhia, ela é dona de um registro de um “dispositivo de controle virtual usando o corpo” que permite aos usuários controlarem interfaces usando “movimentos intuitivos” — em outras palavras, algo semelhante ao Wii Remote.

Além disso, a Philips afirma que a Nintendo infringe uma segunda patente relacionada a uma “interface de uso baseada em um dispositivo que aponta para uma superfície”. Segundo a companhia, a organização japonesa foi notificada do primeiro conflito em novembro de 2011, mas somente agora ficou ciente da segunda disputa.

A Philips exige que a Nintendo não somente a compense pelos danos financeiros que esse uso indevido teria provocado, como também pare de vender todos os produtos relacionados dentro do território norte-americano. Caso a empresa seja bem-sucedida em seu intento, isso pode fazer com que aparelhos como o Wii, Wii Remote, Wii U, Wii U Gamepad e Wii Mini desapareçam dos Estados Unidos.

Mesmo que a Philips prove que suas alegações são verdadeiras, é difícil acreditar que a situação chegaria a tal ponto — o mais provável é que as duas organizações cheguem a um acordo confidencial para resolver essa situação. No entanto, se vivêssemos em um mundo realmente justo, bastaria que a Nintendo lembrasse sua agora rival do fiasco que foram os jogos da série Zelda lançados para o extinto CDi para que todas as acusações contra ela fossem retiradas.

NEVER FORGET
Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.