Voxel

Platinum Games diz que port de Bayonetta para o PS3 foi seu pior trabalho

Último Vídeo

Img_normal
O diretor da Platinum Games, Atsushi Inaba, declarou que a adaptação de Bayonetta para o PlayStation 3 foi, sem sombra de dúvidas, a pior falha que a desenvolvedora já cometeu em seus anos de trabalho. Inaba disse que o trabalho, em vez de ter sido feito dentro da própria casa, acabou ficando inteiramente a cargo da SEGA — e isso é algo que o incomoda até os dias de hoje.

De acordo com o site VG24/7, Inaba confirmou que a falha no port ainda o incomoda porque, na época em que ela foi feita, a Platinum ainda não sabia direito como desenvolver jogos especificamente para o PS3. “Mesmo que nós pudéssemos ter feito o trabalho, é irrelevante, pois nós já havíamos decidido que ele não seria feito”, diz o diretor sobre adaptação do jogo para a outra plataforma.

Na mesma entrevista conferida ao site The Edge, o diretor da Platinum afirmou que a versão de Bayonetta para o console da Sony sofre com graves quedas de frame, com problemas nos controles e nas respostas aos comandos. A Sony lançou, um pouco depois da chegada da sua versão do jogo, um patch de correção para alguns desses problemas — o que deveria ter sido feito pela SEGA.

De agora em diante, a Platinum aprendeu que deve assumir as responsabilidades sobre absolutamente tudo em um jogo. Nada de deixar outras empresas adaptarem seus games. A lição já foi aplicada em Vanquish, que ficou muito bom tanto no Xbox 360 quanto no PS3.

Agora, a empresa está preparando a sequência de Bayonetta, que deve chegar apenas para o novo Wii U. Estamos ansiosos!

Fontes: The Edge, VG24/7

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.