PlayStation 4 é hackeado e pode rodar jogos pirateados do PS2
1.316
Compartilhamentos

PlayStation 4 é hackeado e pode rodar jogos pirateados do PS2

Último Vídeo

Graças a uma brecha descoberta em unidades do PlayStation 4 com firmwares anteriores ao 4.05, a cena de homebrew (e de pirataria) do console vem ganhando força. Pouco mais de um mês após hackers descobrirem a brecha do software, diversos jogos da biblioteca do PlayStation 2 já estão rodando de forma não autorizada no console.

Embora as condições para o uso da brecha sejam um tanto restritas (afinal, se trata de um firmware bem antigo), isso não impediu a cena homebrew de agir rápido. Em menos de um mês, a plataforma já ganhou suporte ao Linux, acesso total ao root de sistema por FTP e o PS4HEN, ferramenta que permite que softwares não autorizados pela Sony rodem no hardware.

Jak & Daxter

Graças a um trabalho de engenharia reversa feita nos jogos da linha PlayStation 2 Classic, já é possível usar as imagens ISO de games do sistema e formatá-las de forma que elas possam ser abertas no PlayStation 4. Testes revelam que alguns títulos que não conseguiam rodar bem no PlayStation 3 (como Klonoa 2) estão sendo executados sem problema no console atual.

Enquanto muitos apresentam bugs como artefatos de imagens e glitches gráficos, o fato é que atualmente quem decidiu hacker a plataforma tem à sua disposição um número maior de títulos do que o que é oferecido pela PSN. Até o momento não há relatos de que o destravamento permita rodar jogos do PlayStation 4 em si, mas essa possibilidade não está totalmente descartada.

Até o momento não há relatos de que o destravamento permita rodar jogos do PlayStation 4 em si, mas essa possibilidade não está totalmente descartada.

Resta esperar pelo desenvolvimento da situação: enquanto relatos indicam que já era possível ter acesso de baixo nível ao sistema desde a versão 4.01, isso não chegou a gerar uma cena de pirataria. No entanto, relatos indicam que problemas de kernel detectados na versão 4.55 permanecem até hoje na plataforma, situação que tem o potencial de ser bastante destrutiva para a Sony.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.