Voxel

PlayStation 4: tão lucrativo quanto o PS2, diz Sony

Último Vídeo
Fonte da imagem: Divulgação/Sony

Qualquer um que acompanhou os primeiros passos da sétima geração de consoles deve se lembrar do caminho pedregoso percorrido pela Sony com o PlayStation 3 — cujo preço salgado da fabricação culminou em uma demora considerável para gerar lucro. Mas, não, diferentemente do que se poderia pensar, esse não deve ser o caso do PlayStation 4, conforme a Sony faz questão de frisar.

Na verdade, do ponto de vista econômico, o novo sistema deve lembrar muito mais os anos dourados da divisão de games da companhia. “Os fatores econômicos ligados ao PS4 estão muito mais próximos do PlayStation 2 do que do PS3”, disse o diretor da Sony no Reino Unido, Fergal Gara, em entrevista ao site  Bloomberg.

Fonte da imagem: Reprodução/Bloomberg

“Basta lembrar que o PS3 possuía uma arquitetura feita sob medida; isso é muito caro para se fabricar. E nós não estávamos fazendo dinheiro com aqueles aparelhos, mesmo com os preços mais altos do início.” Os custos produtivos parecem ter mudado, portanto. “Com o PS4, nós conseguimos um bom preço, e os fatores econômicos estão muito, muito mais favoráveis do que com o PlayStation 3”, garante o executivo.

“Dessa forma, trata-se de um trabalho da equipe interna que realmente merece os parabéns e que foi feito, é claro, tendo o jogador em mente”, ele conclui.

Será mesmo tão lucrativo?

A despeito do que diz o discurso oficial da Sony, há quem contradiga a fórmula econômica altamente rentável do PlayStation 4. Um dos analistas da IHS, por exemplo, resolveu recentemente desmantelar um exemplar do console, a fim de ver quanto, aproximadamente, a companhia despende cada vez que um aparelho deixa a sua linha de montagem.

O resultado: considerando-se todos os componentes, US$ 381... Pouca coisa abaixo dos US$ 399 do preço oficial, portanto. Considerando-se, então, gastos adicionais com logística e demais taxas, torna-se realmente difícil acreditar que a Sony esteja mesmo enchendo os seus cofres, pelo menos neste período pós-lançamento.

Fonte da imagem: Divulgação/Sony

Na verdade, parece altamente provável que a empresa esteja coletando todos os seus tostões com a oferta inicial de jogos e serviços variados. Naturalmente, os preços dos componentes para o PS4 devem cair ao longo dos meses, aumentando a margem de lucro — e, espera-se, derrubando também um pouco os preços.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.