PlayStation Home gerou lucros consideráveis a vários desenvolvedores

PlayStation Home gerou lucros consideráveis a vários desenvolvedores

Último Vídeo

Embora não tenha sido exatamente um sucesso entre a crítica e o público, a rede social PlayStation Home está longe de ser considerada mal sucedida pelos desenvolvedores que apostaram nela. Em uma entrevista concedida ao site GamesIndustry International, o CEO da nDreams, Patrick O’Luanaigh, afirmou que o ambiente virtual da Sony — programado para fechar no dia 31 de março de 2015 — rendeu “vendas na casa dos 7 dígitos” durante alguns anos.

“As pessoas dizem que o Home foi um fracasso comercial, mas nós geramos vendas de 7 dígitos durante anos a partir dele e outros estúdios fizeram o mesmo”, explicou O’Luanaigh. “Tente nos explicar como isso não é um sucesso”, complementa. Segundo o CEO, não fosse a rede social, estúdios como o Lockwood e o Veemee (ambos baseados no Reino Unido) simplesmente não existiriam.

“Permaneço totalmente convencido que alguma companhia, em um futuro próximo, vai criar um mundo virtual que vai crescer mais do que o Facebook. E, quando ela fizer isso, algum vai olhar para o PlayStation Home e dizer ‘eles chegaram tão perto...’”, complementa o executivo. Levando em consideração que a Sony provavelmente tirava uma fatia de todos os itens vendidos até a rede, é grande a probabilidade de que os investimentos feitos pela empresa japonesa para colocar a rede social no ar já tenham sido compensados.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.