Pokémon Company pretende processar quem vazou detalhes de Sword/Shield

Pokémon Company pretende processar quem vazou detalhes de Sword/Shield

Último Vídeo

A The Pokémon Company está em busca dos culpados pelo vazamento das informações de Pokémon Sword & Shield antes de seu lançamento oficial. Foi realizada a entrada da ação em um tribunal de Seattle, mas por não saber a identidade dos culpados, a empresa não consegue seguir com o processo. 

Segundo o documento, o vazamento ocorreu via Discord, no dia 1º de novembro, e a empresa tem as capturas de tela que comprovam as publicações. O ponto é que as imagens divulgadas são do guia de estratégia, que contém segredos sobre o jogo, como a versões Gigantamax dos pokémons. 

A empresa reagiu com pedidos de remoção das imagens instantaneamente, porém, após o vazamento do guia, os vídeos do jogo também foram publicados na internet. Isso gerou uma resposta do público com a hashtag #GameFreakLied e muitas impressões dos fragmentos do material completo.

Em relação as acusações contra funcionários, qualquer pessoa com acesso ao jogo ou informações sobre ele é obrigada a assinar um contrato de não divulgação, independente do cargo ou atuação dentro da linha de produção.

Os advogados da Perkins Coie, responsáveis pelo processo, afirmam que a The Pokémon Company deverá ser recompensada pelos danos irreparáveis causados. Porém, o primeiro passo, antes do processo ser efetivo, é encontrar quem são os culpados, já que o Discord é uma plataforma que permite publicação anônima.

O guia foi lançado oficialmente para o público no dia 22 de novembro, uma semana após a estreia de Pokémon Sword & Shield.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários