Pokemon GO: italiano ignora quarentena de coronavírus e é multado

Pokemon GO: italiano ignora quarentena de coronavírus e é multado

Último Vídeo

Vários casos peculiares já aconteceram envolvendo o Pokémon GO, desde o canadense que ficou irritado com os caçadores da rua da sua casa e começou a atirar com sua arma de chumbinho para espantá-los, à professora britânica Sophia Pedraza, que largou seu emprego para se tornar jogadora profissional e até mesmo um americano que levou uma facada enquanto procurava os monstrinhos, recusou ajuda médica e continuou jogando mesmo assim. Agora foi a vez de um italiano de 31 anos que foi às ruas de Fermo no norte do país, para jogar com a sua filhinha e acabou se dando mal.

Por conta da epidemia do coronavírus (Covid-19), a Itália está em quarentena. O homem foi parado pela polícia e quando questionado do motivo de ter saído de casa, respondeu “Tenho que caçar os Pokémons”. Essa “brincadeira” custou 206 euros (aproximadamente R$ 1.106,00) ao pai, mas que logo foi liberado após o pagamento.

Mas ele não foi o único a infringir a lei, mais de 43 mil pessoas já foram multadas por não respeitar a quarentena no país.

Vocês conhecem alguém que já foi longe demais para capturar pokémons no Pokémon GO? Conte para gente nos comentários!

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários