Polêmica: 1080p funciona no Xbox One, mas pode piorar desempenho

Polêmica: 1080p funciona no Xbox One, mas pode piorar desempenho

Último Vídeo

Quando parecia que a resolução 1080p, que é o popular Full HD, parecia finalmente encontrar estabilidade no Xbox One, o lançamento de Diablo 3: Ultimate Evil Edition para o console reacendeu as discussões sobre a necessidade e a possibilidade de atingir tamanha qualidade gráfica — e qual o custo disso.

Isso porque o game foi demonstrado e lançado com a resolução a 900p em vez do Full HD prometido. Uma atualização lançada no dia seguinte fez a alteração para o 1080p prometido, mas esse atraso foi o suficiente para levantar as discussões: o problema seria que o Xbox One até consegue atingir a taxa, mas isso impacta na taxa de frames e pode piorar o desempenho de games em determinados momentos de ação ou com muitos elementos em tela?

O diretor de produção da Blizzard, John Hight, afirmou ao site Eurogamer que o Full HD não apresentava respostas tão imediatas quando quatro jogadores encaravam uma sala cheia de demônios, por exemplo. E, como a desenvolvedora queria tudo rodando da forma mais suave possível, ela resolveu diminuir a resolução.

"Encontramos desafios no começo para chegar ao 1080p. É aí que tomamos a decisão de descer aos 900p, isso que demonstramos na época da E3. E a Microsoft estava com 'Isso é inaceitável, você precisa dar um jeito de conseguir uma resolução melhor'. Então trabalhamos diretamente com eles e eles nos deram uma atualização de código para que conseguissemos o 1080p completo", explicou o diretor.

Full HD e 60 fps: ou um, ou outro?

Como dito lá em cima, a história até que apresentou um final feliz: a Blizzard conseguiu atingir o 1080p sem grandes impactos visuais. Mas foram identificados dois problemas que não podem ser ignorados. O primeiro é que, como mostra o vídeo acima, há uma queda de 60 fps para 50 fps em alguns momentos. Muitos jogadores podem nem notar a diferença, mas essa é uma questão que deve ser levada em conta.

Além disso, vale ressaltar que isso só aconteceu depois de dificuldades encontradas e de trabalhos feitos diretamente com a Microsoft. Será que isso precisará acontecer em todos os próximos títulos que tentarem alcançar a resolução Full HD? Há quem diga que deveria ser do jogador a decisão de travar a taxa de frames por segundo, como acontece em alguns jogos, ou de escolher jogar em 900p para obter o melhor desempenho possível de um título.

Só que o mercado parece demandar cada vez mais o 1080p "puro" — e essa guerra, que pode atingir mais alguns games do que outros, talvez demore para terminar.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.