Políticos norte-americanos propõem taxas e restrições a games violentos
577
Compartilhamentos

Políticos norte-americanos propõem taxas e restrições a games violentos

Último Vídeo

Diante da tragédia ocorrida na Marjory Stoneman Douglas High School, em que um atirador matou 17 pessoas, políticos dos Estados Unidos foram rápidos em culpar o entretenimento de massa — e, em especial, os video games — pelo ocorrido. Entre eles está o presidente Donald Trump, que afirmou que o país deve regular mais os conteúdos a que crianças têm acesso nos games, filmes e na internet.

“Temos que fazer algo sobre o que eles estão vendo e como eles estão vendo isso”, afirmou Trump. “E também sobre os video games. Estou ouvindo cada vez mais pessoas dizendo que o nível de violência nos video games realmente está formando os pensamentos e pessoas jovens”, complementou.

Os comentários foram feitos durante um painel na Casa Branca que discutia a segurança em escolas após os eventos trágicos do colégio na Flórida. Trump também defendeu que professores e “pessoas capacitadas” deveriam carregar armas dentro de escolas para responder a ataques do tipo no futuro, dizendo considerar oferecer bônus de dinheiro para aqueles que passarem por treinos de tiro “rigorosos”.

Vale notar que, nos Estados Unidos, os video game são protegidos pela Primeira Emenda, que assegura que eles têm os direitos de liberdade de expressão concedids a filmes, livros, quadrinhos e outros meios de comunicação. Assim, seria especialmente difícil que leis que limitassem ou proibissem determinados conteúdos de serem mostrados fossem aprovadas no país.

Político defende aumento de impostos para jogos maduros

Robert Nardolillo também respondeu ao tiroteio atacando os video games com uma proposta que pretende aumentar os impostos que incidem sobre jogos no estado de Rhode Island. A proposta dele é aumentar de 7% para 10% a taxa estadual que incide sobre games com o selo de classificação “Mature”, recomendados para pessoas com mais de 17 anos.

GTA VUm game como Grand Theft Auto V passaria a custar US$ 70 em Rhode Island

Segundo ele, o dinheiro extra acumulado com isso seria revertido para uma “conta especial” que seria dividida entre os distritos escolares para financiar programas de saúde mental, aconselhamento e “outras atividades de resolução de conflitos”. “Nosso objetivo é tornar todas as escolas de Rhode Island um lugar calmo e seguro para estudantes aprenderem”, afirmou. “Ao oferecer a crianças uma fonte para gerenciar sua raiva hoje, podemos assegurar um amanhã mais pacífico”.

Sem apresentar fontes, Nardolillo também afirmou que estudos mostram que crianças expostas a video games desde cedo tendem a ser mais agressivas. “Essa lei daria a escolas os recursos adicionais para ajudar estudantes a lidar com essa agressividade de uma maneira positiva”.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.