Voxel

Prepare-se para lágrimas rolando em Valiant Hearts: The Great War

Último Vídeo

A julgar pelo recente diário de desenvolvimento da Ubisoft Montpellie (acima, em inglês), mesmo o mais duro dos sujeitos pode acabar com um “cisco no olho” ao jogar o vindouro Valiant Hearts: The Great War. “[Valiant Hearts: The Great War] é o primeiro game que deve realisticamente fazer brotar uma lágrima dos seus olhos”, disse um dos desenvolvedores.

E isso a começar pelo próprio material coletado para a história: relatos verídicos sobre o que viveram fazendeiros, comerciantes e demais pessoas “normais” (não soldados) ao serem arremessados para dentro do primeiro conflito mundial de que se tem conhecimento.

De fato, grande parte das histórias e “toneladas” de fotos foi levantada junto a familiares dos próprios desenvolvedores. “Eles não são soldados. São apenas pessoas normais que foram jogadas em tudo aquilo.”

Estilizados, mas reais

Dessa forma, embora os visuais sejam estilizados, pessoas, objetos e menções têm origem na vasta pesquisa realizada pelo pessoal da Ubisoft Montpellie. “Nós pensamos que poderíamos retrabalhar essa história [originalmente desenvolvida como um quadrinho], a fim de levá-la a pessoas que não tenham experimentado a Primeira Guerra Mundial da mesma forma, ou que nunca tenham visto nada relacionado à Primeira Grande Guerra.”

Por fim, um dos representantes do estúdio lembra ainda que a Primeira Guerra Mundial consta entre os embates menos retratados pelos video games, de forma que “retrabalhar a história para apresentá-la de uma forma diferente nos pareceu uma boa ideia”.

Valiant Hearts: The Great War deve chegar às prateleiras no dia 25 de junho, com lançamentos previstos para PC, PlayStation 4, PlayStation 3, Xbox One e Xbox 360. Confira o teste realizado pelo BJ clicando aqui.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.