Voxel

Presidente da Crytek acredita que próxima geração de consoles será a última

Último Vídeo

O CEO da Crytek, Cevat Yerli. (Fonte da imagem: Golem)
O presidente da Crytek, Cevat Yerli, engrossou o coro daqueles que acreditam que os jogos para celulares e tablets substituirão os consoles no futuro. Em entrevista ao site Golem, ele afirmou que a próxima geração de consoles deve ser a última e que os jogadores hardcore se tornarão uma minoria.

Para ele, cada vez menos pessoas estarão dispostas a pagar muito dinheiro por um game e aguardar horas e horas para download e instalação. Segundo Yerli, o mercado está mudando e os fãs de jogos querem cada vez mais um acesso rápido e barato a experiências curtas, como as proporcionadas pelos títulos mobile.

Justamente por acreditar nessa filosofia, a Crytek não tem planos de novos games para o Wii U ou o PlayStation Vita. Para Yerli, o portátil da Sony está atrasado de um ponto de vista de negócios e, apesar de ser um aparelho divertido, é uma plataforma cheia de incertezas. Já o Wii U verá títulos que utilizem a CryEngine, mas apenas pelas mãos de desenvolvedoras licenciadas.

Yerli também não bota fé nos jogos por streaming, disponíveis por serviços como OnLive ou Gaikai. Para ele, a comodidade de possuir um único console também trouxe novos problemas, como os lags e a latência. Para o presidente da Crytek, jogar dessa forma é como assistir a "Avatar" em baixa resolução.

Fonte: Golem

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.