Voxel

Presidente da Nintendo questiona jogos nas nuvens e comenta sobre próxima geração

Último Vídeo

Img_normalDurante uma reunião com investidores, o presidente da Nintendo, Satoru Iwata, comentou achar “estranho” o movimento de jogos integrados à internet se fortalecendo. Enquanto a Sony, por exemplo, comprou o serviço de games por streaming Gaikai por US$ 380 milhões, Iwata acredita que a latência presente nesses jogos pode ser prejudicial à jogabilidade.

“Em jogos transmitidos pela internet, o jogador sempre enfrentará um período de latência entre a ordem de comando dada pelo jogador e a ação do personagem na tela. Especialmente em jogos de ação, isso pode ser extremamente prejudicial à experiência do jogador”, concluiu.

Dadas as dificuldades técnicas da tecnologia, o presidente da Nintendo também afirmou achar estranho que jogos nas nuvens sejam apresentados como o futuro dos games. “Nós da Nintendo acreditamos que as plataformas de jogos não irão morrer e estamos determinados um futuro em que elas sobrevivam”, declarou.

Ponto de saturação no desenvolvimento

Conversando sobre a próxima geração, Iwata também aproveitou para rebater críticas ao Wii U, o primeiro console HD da Nintendo e cujo poder de processamento em relação ao PlayStation 3 e ao Xbox 360 não é muito significativo.

“Com os avanços na tecnologia é claro que é possível fazer dispositivos cada vez mais poderosos. No entanto, se nós seguirmos linearmente nessa direção sempre, o desenvolvimento de softwares se tornará cada vez mais complicado e a recuperação de custos se tornará um assunto sério”, explicou.

Fonte: Eurogamer

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.