Voxel

Presidente europeu da Sony promete mais segurança enquanto Justiça americana pressiona sobre demissão de técnicos

Último Vídeo

Após todos os problemas envolvendo ataques hackers em seus sistemas, a Sony está com toda sua atenção voltada à segurança do PlayStation 3 e seus demais serviços. Ao menos é o que garante o presidente do departamento europeu da companhia, Andy House, que afirmou que a empresa está em vigilância máxima e atenta a tudo o que acontece.

Segundo ele, essa política é essencial para que os consumidores voltem a confiar na marca e que a fabricante tomará esse aspecto como uma responsabilidade daqui em diante. Além disso, House deixou claro que o ocorrido também serviu para que outras empresas reavaliassem as proteções oferecidas para que algo semelhante não volte a acontecer.

Por fim, o presidente da Sony europeia agradeceu o apoio das pessoas que acreditaram e apoiaram a companhia durante o período em que ela foi atacada por hackers.

Empresa demitiu técnicos de segurança antes de ataques

Enquanto o presidente europeu da empresa agradece os usuários e promete mais segurança, as investigações sobre o vazamento de informações continuam a pressionar a Sony nos Estados Unidos. De acordo com documentos do processo entregues à corte da San Diego, a companhia demitiu funcionários responsáveis pela área de seguranças da Sony Online Entertainment semanas antes dos ataques que derrubaram a PSN e resultaram no vazamento de informações pessoais de milhões de usuários.

Além disso, as investigações alegam que a fabricante tinha ciência de que os dados estavam sob ameaça, principalmente pelo fato de que pequenas tentativas de ataque foram detectadas anteriormente. Prova disso é que, de acordo com os mesmos documentos, foram investidos milhões de dólares para proteger arquivos corporativos, enquanto os referentes aos usuários permaneceram passíveis de roubo.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.