Voxel
19
Compartilhamentos

Prévia - Hearthstone: Heroes of Warcraft

Último Vídeo

O mundo de Warcraft já viu centenas e centenas de batalhas. Inúmeras guerras já foram travadas pelos campos e cidades de Azeroth: do clássico embate entre a Aliança e a Horda à ameaça da Legião Flamejante e do flagelo dos mortos-vivos. A série, que nasceu no gênero de estratégia em tempo real, já trilha um caminho de sucesso pelos RPGs online e atualmente explora o seu universo também na literatura – em breve atingindo os cinemas.

Mas não só de guerra vivem as raças de Kalimdor. Quando não há desentendimentos e avanços militares, orcs, humanos, goblins, trolls e anões podem sentar em um pub e beber tranquilamente; e quem sabe até jogar uma partidinha de Hearthstone: Heroes of Warcraft. O trading card game da Blizzard insere um contexto casual e bem-humorado em um universo tão marcado pelos combates sangrentos, relembrando os grandes heróis que fizeram parte dessa história. E o melhor: tudo em português.

Um campo de batalha para novatos e experientes

Sentar para uma partida de cartas em Ratchet pode não ser tão fácil, afinal os goblins podem trapacear e você nem estará sabendo disto. Para evitar uma situação destas, Hearthstone conta com um pequeno tutorial com Jaina Proudmore, a maga de Theramore, passando por alguns desafios básicos.

Em cinco partidas, o jogador já pode entender a dinâmica do jogo: cada herói pode invocar criaturas e conjurar magias a partir de cartas com custos específicos de mana, a qual é aumentada e regenerada a cada novo turno (com o limite de dez pontos). São 30 pontos de vida, e vence o jogador que zerar a vida do adversário com magias e ataques dos lacaios invocados. Um pouco parecido com... Magic, não?

De uma maneira diferente do jogo de cartas da Wizards of the Coast, Hearthstone explora a singularidade de cada deck. Finalizar a jornada de Jaina libera mais oito heróis, cada qual com habilidades e decks diferentes à sua disposição.

Enquanto a maga pode conjurar um feitiço de dano direto ao custo de duas manas, o paladino Uther pode invocar um lacaio fraco pagando o mesmo valor. Além disso, cada deck conta com cartas exclusivas à sua classe, e novas cartas podem ser desbloqueadas conforme o nível do seu herói.

Se estiver com medo de enfrentar já de cara um paladino nível 80, não se preocupe: o jogo é balanceado na procura de partidas, escolhendo um jogador de mesma experiência no game. Para isso, só é preciso abrir sua coleção e montar o deck – ou se estiver com preguiça, dá pra jogar com uma formação inicial de cartas ou entrar na arena e montar um na hora.

Batalhando com humor e nostalgia

Estamos em uma mesa de bar, amigo, por que o stress? Hearthstone desenvolve um clima descontraído e bem-humorado, com piadas em vários momentos e uma ambientação característica de algum pub perdido por Kalimdor. Dá para até ouvir as batidas de canecos e risadas a cada ataque que danifica a vida do herói.

Para acompanhar o clima casual, nada melhor que um pouco de nostalgia. A trilha sonora, além de envolver o jogador com músicas tranquilas à base de violão e flauta, relembra alguns dos clássicos sons que passaram pela franquia. Composições de Warcraft 2 e Warcraft 3 estão presentes, além de efeitos sonoros marcantes, como o aviso “job’s done” do orc construtor.

Hearthstone não esconde a proposta simples, mas a executa com gráficos limpos e bem trabalhados pela luz.  Os diversos tabuleiros apresentam suas particularidades, pelo qual podemos brincar e descontar alguns cliques em diferentes elementos do cenário enquanto esperamos aquele demorado oponente. Bom, até mesmo o mais tranquilo dos guerreiros fica impaciente quando um adversário não se decide, não é mesmo?

A guerra está longe da mesa do bar

Um trading card game é muito mais que simplesmente jogar cartas e confiar no baralho do avô – ele precisa cativar o jogador. Apesar de ser o primeiro jogo da Blizzard a tratar desse gênero, a empresa aproveita um imenso universo já explorado por games e livros e entrega nas mãos de Hearthstone a abordagem menos séria da franquia.

Se a casualidade do game não atrair para uma descontraída partida, o jogador mais dedicado poderá colecionar cartas, cumprir desafios diários e evoluir seus heróis. Afinal, a mesa de bar não discrimina ninguém: ela convida a todos, não importando sua raça, deck ou dedicação ao jogo. Um brinde pela nossa próxima partida!

Hearthstone: Heroes of Warcraft estará presente no PC, mas ainda não tem uma data de lançamento definida. O jogo ainda está em testes fechados para jogadores selecionados pela Blizzard, mas foi previamente testado pela equipe do BJ.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.