Voxel

Prévia – Tearaway usa e abusa dos recursos do PS Vita

Último Vídeo

Já imaginou jogar um game cujo protagonista precisar chegar até você mesmo? A ideia é estranha, mas não deixa de ser divertida: em Tearaway, você precisa ajudar um simpático mensageiro (feito de papel e retalhos de tecido) a entregar um misterioso recado destinado exclusivamente a ti. Para isto, é necessário ajudar o protagonista a enfrentar inimigos perigosos que farão de tudo para atrapalhar sua aventura.

Desenvolvido pelo mesmo estúdio responsável por LittleBigPlanet, o título é um exclusivo para PS Vita e chama atenção por utilizar todos os recursos presentes no console portátil. A MediaMolecule pretende lançar o adventure no dia 22 de novembro; ainda não se sabe exatamente quando ele chegará ao Brasil, mas é certo de que todos os diálogos e legendas estarão devidamente traduzidos para o português.

Img_normal

Um mundo belíssimo e interativo

Engana-se quem pensa que Tearaway apresenta aquela jogabilidade clássica que já conhecemos em vários jogos do estilo. A mecânica não se baseia em apertar botões para atacar, se defender ou ativar habilidades especiais. Em vez disso, o título incentiva o jogador a usar recursos pouco explorados do PS Vita em puzzles criativos, divertidos e bem dinâmicos.

Logo no começo da jornada, por exemplo, o mensageiro está preso em uma arena de pano sendo perseguido por seres conhecidos como “Retalhos”. Nesse momento, é preciso tocar no touchpad traseiro do console para que seu dedo apareça no jogo rasgando o tecido da arena e espantando as criaturas malignas.

Em outra ocasião, você deve tirar uma foto de um cenário in-game mirando o vídeo game como se o PS Vita fosse uma máquina fotográfica comum. Além disso, o título periodicamente aciona a câmera frontal do seu aparelho para colocar o seu rosto em algum local da paisagem (na maioria das vezes, você vê a si mesmo no centro de um sol escaldante que enfeita todas fases do jogo).

Img_normal

Ame ou odeie

No geral, Tearaway é um bom game, mas podemos dizer que ele é voltado para um público-alvo bastante específico. Tudo se resume a resolver puzzles, ganhar prêmios, aprender novos truques, resolver mais puzzles e ver seu próprio rosto enfeitando algum elemento do cenário. Em outras palavras, o título é um pouco monótono e não chamará muito a atenção de quem tem sede por ação ou pancadaria.

Por outro lado, quem gosta de experimentar jogos para apreciar a beleza criativa dos próprios irá amar o mundo de papel e tecido que serve como palco para a jornada do mensageiro. É bem divertido interagir com elementos do cenário e observar cada detalhe que cada um dos níveis tem a oferecer. Além disso, Tearaway recompensa periodicamente o jogador com planos de recorte para montagem de papercrafts dos personagens que você conhece no meio da história.

Se você tem um PS Vita e está chateado com a falta de títulos para o console, vale muito a pena aguardar este lançamento. Ele será capaz de te mostrar tudo o que o sistema portátil da Sony pode fazer. Acelerômetro, touchpads, touchscreen, câmeras... Todos esses recursos são utilizados com maestria e genialidade. Quem gosta de puzzles criativos e interatividade certamente vai se apaixonar pelo simpático Tearaway.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.