Voxel
Seja o primeiro a compartilhar

Prévia: Warlords of Draenor tenta reavivar o glorioso World of Warcraft

Último Vídeo

Depois de rumores, registros de marca e muito burburinho, a Blizzard Entertainment finalmente revelou a quinta expansão de World of Warcraft durante a BlizzCon 2013. Warlords of Draenor tenta reanimar a franquia de MMORPG com inovações e mudanças bastante atraentes, além das novidades comumente apresentadas em pacotes de expansão de WoW, como novas áreas e criaturas.

Desta vez, a trama foca no mundo de Draenor, onde os gamers viverão um momento crucial na saga para conhecer as lendas do passado de Warcraft, lutando contra algumas delas e ao lado de outras. As duas raças mais focadas em Warlords são Draeneis e Orcs (os “clãs órquicos”).

Quanto aos vilões, Grommash Grito Infernal, Mão Negra e Ner’zhul são os destaques, sendo que os gamers terão que procurar aliados para se defender contra a conquista da velha Horda. Caso contrário, “a história sangrenta do continente se repetirá”, diz a Blizzard.

O BJ teve a ótima oportunidade de testar brevemente a nova expansão durante a última BlizzCon e conferir algumas das dezenas de novidades anunciadas (detalhadas abaixo). Mesmo com poucos minutos de jogatina, pudemos constatar o seguinte: ficou evidente o esforço da desenvolvedora em reconquistar os fãs e tentar atrair novos gamers com mecânicas mais acessíveis e simplificadas.

Mergulhando fundo em Warcraft

Com as promessas feitas pelos produtores de Warlords, WoW deverá ficar mais imersivo do que nunca. Veja algumas das formas com as quais a Blizzard está tentando cativar o público:

  • Novo limite de nível: 100. Além disso, as pessoas terão a chance de escolher um personagem para passar instantaneamente para o nível 90 ao adquirir a expansão

  • Sistema de Guarnição: jogadores poderão construir, controlar e expandir fortalezas personalizáveis em Draenor, além de reunir seguidores NPC — Personagens Não Jogáveis — para coletar recursos e realizar missões diversas

  • Nova arte para personagens jogáveis: atualizações nas animações e modelos das raças já disponíveis no MMO

  • Novas Masmorras (Dungeons), Raids, Cenários, Campos de Batalha (Battlegrounds) e Modos de Desafio

  • Melhorias nas missões projetadas para encorajar a exploração e a imprevisibilidade nas aventuras

O sistema de Guarnição é bem interessante e poderá fazer bastante diferença na jogabilidade. Ao que tudo indica, a Guarnição terá um papel importante nas Profissões do seu personagem nesta expansão, de forma parecida como ocorre em Mists of Pandaria (importância da Fazenda para a profissão Culinária), mas “numa escala muito mais épica”.

Confira mais informações oficiais sobre o recurso (retirados do FAQ oficial de Warlords):

“Por exemplo, um mineiro resgatado de uma masmorra pode ir morar lá e ajudar a coletar recursos de Mineração. Um guerreiro pode aceitar missões suas e tem a chance de voltar com recompensas valiosas. Outros personagens podem oferecer missões que aprofundem suas histórias ou que concedam itens valiosos à sua campanha.

Quando chega a hora de aprimorar sua Guarnição, você pode construir um Quartel para enviar mais seguidores em missão imediatamente, uma Taverna para obter mais recrutas ou uma Enfermaria para apressar a recuperação de seguidores feridos entre cada missão. Talvez você decida construir uma Forja e recrutar um Ferreiro para pesquisar novos projetos e manufaturar recursos valiosos (como os que têm recarga diária). Você também pode convidar amigos para visitar sua Guarnição a fim de trocar recursos e comparar suas respectivas bases.”

Img_normal

Mike Morhaime, CEO e cofundador da Blizzard, proferiu algumas palavras iniciais sobre o novo game:

"Warlords of Draenor dá aos jogadores a chance de assumir um papel de comando em um dos conflitos cruciais da série Warcraft. Esta expansão também traz recursos para que qualquer um possa entrar no meio da ação, quer tenha jogado World of Warcraft em algum momento, quer esteja pondo os pés em Azeroth pela primeira vez."

Praticidade e nostalgia

Para os experientes em WoW que puderam conferir a versão demonstrativa liberada na BlizzCon 2013, ficou fácil perceber as mudanças na interface em geral, que aliás foram mais do que bem-vindas. Mesmo na tela de criação de personagens temos novidades — incluindo os novos modelos de personagem — que facilitam a apresentação dos elementos na tela.

E para alguém que já jogou bastante, mas não se aprofunda em World of Warcraft faz algum tempo, é muito nostálgico conferir as áreas de Draenor, pois elas remontam a locais já conhecidos pelos gamers. Falando nisso, veja detalhes oficiais das novas zonas:

  • Serra Fogofrio: nos ermos cobertos de neve e sob vulcões altíssimos, heróis do clã Lobo do Gelo e da Horda se unem para rechaçar os invasores de sua terra natal

  • Vale da Lua Negra: entre colinas banhadas pelo luar, os Draeneis do templo sagrado de Karabor se unem à Aliança em uma luta desesperada pela sobrevivência contra a Horda de Ferro e o clã Lua Negra

  • Gorgrond: bem no fundo dos cânions áridos de Gorgrond, um arsenal de armas de cerco gigantes construídas pelo clã Rocha Negra está pronto para ser usado contra Draenor

  • Talador: à sombra de Shattrath, uma cidade sitiada, os Sacerdotes da Alma Auchenai procuram proteger as inúmeras almas Draeneis em Auchindoun de uma terrível ameaça demoníaca

  • Agulhas de Arrak: no auge do poder, os Arakkoa planejam complôs em seus picos altos, fora do alcance dos orcs brutais da Mão Despedaçada e dos párias sem asas lá embaixo

  • Nagrand: entre as colinas férteis de Nagrand, os cavalga-lobo sangrentos do clã Brado Guerreiro ainda são uma ameaça considerável

  • Selva Tanaan: na selva luxuriante lar do clã Olhos Sangrentos, um Portal Negro está sendo construído... E um exército da sinistra Horda de Ferro se prepara para conquistar Azeroth

Todas essas áreas, combinadas com o fato de que os jogadores terão a chance de ir diretamente para o nível 90, mostram que a Blizzard quer deixar o game mais acessível do que nunca. Ou seja: você não precisará mais passar horas e horas para finalmente chegar ao nível 90 e conhecer as novidades da última expansão.

Vale reforçar que o personagem aprimorado diretamente para o nível 90 receberá um conjunto apropriado de equipamentos e acessórios, mas os produtores ainda darão mais detalhes sobre isso mais além. Que tal?

Outro dado interessante é que a cada nível, do 91 ao 100, os personagens ganham um bônus permanente em um de seus feitiços e habilidades cruciais. Segundo a Blizzard, os jogadores também desbloquearão uma nova árvore de talento quando chegarem ao nível máximo. Com isso, cada classe será recompensada com três habilidades novas — e poderosas — à escolha.

Img_normal

Enxurrada de novidades

Sobre Masmorras, Cenários e Raids, saiba o que a Blizzard afirma no FAQ oficial (seção de perguntas feitas com frequência):

“Queremos seis masmorras novas para cinco jogadores no lançamento de Warlord of Draenor, junto com uma versão atualizada do Pico da Rocha Negra clássico. Um dos nosso objetivos é dar aos jogadores uma boa mistura de masmorras para os jogadores passarem de nível e novas masmorras inexploradas onde os jogadores de nível mais alto podem se aventurar.

A expansão também dará aos jogadores a chance de conquistar armas transmogrificáveis incríveis e outras recompensas únicas em Masmorras no Modo Desafio. Também queremos lançar vários Cenários, junto com Cenários Heroicos para os que gostam de um desafio extra.

Quanto às Raids, estamos planejando duas novas instâncias de Raid e também novos chefes de mundo. Também continuaremos a dar uma ampla variedade de opções de Raid aos jogadores. Além de oferecermos quatro níveis de dificuldade como no Patch 5.4, também vamos estender nossa tecnologia de escalonamento de Raid Flexível para os Raids de dificuldade Normal. Logo teremos mais detalhes para divulgar a respeito.”

Img_normal

No quesito PvP (jogadores contra jogadores), Warlords terá uma nova região de combate no coração de Draenor, onde os gamers brigarão pelo controle de fortalezas estratégicas espalhadas pelas fronteiras do planeta. Nessa área, haverá instâncias imperceptíveis para um melhor desempenho e uma experiência mais balanceada.

Além disso, serão oferecidas melhorias de interface para você acompanhar melhor os objetivos e se comunicar mais facilmente com sua equipe nos Campos de Batalha. Esperam-se, ainda, melhorias para deixar mais claros os frames de unidades inimigas em Campos de Batalha Ranqueados e Arenas.

Já para quem curte PvE (jogadores versus inimigos controlados pela inteligência artificial), teremos novidades nas missões. A intenção dos desenvolvedores é oferecer atividades “divertidas e inesperadas”, desde os formatos de missão já conhecidos até as novas experiências semelhantes ao tipo exploratório e ativadas por eventos da Ilha Perene (patch 5.4).

A Blizzard deixou claro que, assim como em Diablo 3: Reaper of Souls, aprimorar os “saques” (sistema de Loot) e os itens em geral é fundamental para a experiência. Dessa forma, novos atributos foram adicionados aos equipamentos, como Velocidade de Movimento e Cutilada. O último dá ao jogador a chance de causar dano extra ou de curar alvos próximos adicionais.

Img_normal

Outros atributos serão aposentados, como Acerto e Aptidão. Também serão feitas modificações na “itemização” de armadura, o que facilitará o compartilhamento de equipamentos entre classes. Por fim, a Blizzard está mexendo diretamente nos números para facilitar as “contas” feitas pelos gamers mais ávidos, conforme pudemos comprovar na DEMO.

Os gráficos do jogo, em geral, se mostraram bem parecidos com o que é visto em Cataclysm durante os testes do BJ. No entanto, a Blizzard afirma que está planejando melhorias e modificações visuais, incluindo algumas atualizações relativas aos personagens aprimorados e à Guarnição. São previstas, ainda, atualizações de outros sistemas existentes para melhorar o desempenho e a qualidade gráfica. Nos sons, a qualidade se mostrou elevada como sempre (tanto nos barulhos e diálogos quanto na trilha sonora).

World of Warcraft: Warlords of Draenor será lançado totalmente em português do Brasil para PC e Mac. A Blizzard ainda não liberou uma data de lançamento definitiva, mas espera-se que a expansão apareça ainda em 2014. Os requisitos de sistema serão anunciados quando o game estiver mais próximo do lançamento.

Não se esqueça de conferir nossa entrevista com J. Allen Brack, vice-presidente da Blizzard e diretor de produção do novo World of Warcraft.

O BJ viajou para a BlizzCon 2013 a convite da Blizzard.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.