Produtor de Call of Duty: Advanced Warfare conta sobre o design do jogo
21
Compartilhamentos

Produtor de Call of Duty: Advanced Warfare conta sobre o design do jogo

Último Vídeo

Call of Duty: Advanced Warfare está cada vez mais motivando a comunidade por meio de vídeos eletrizantes e novidades interessantes para a campanha. Mas, para fazer esses cenários tão complexos e bem integrados, os desenvolvedores do jogo compartilham algumas preocupações bem pontuais para satisfazer os jogadores — e foi justamente por este caminho que a Total Xbox procurou saber ao entrevistar Mike Mejia, produtor do novo título da Sledgehammer.

Os cenários foram um dos principais temas abordados pelo responsável do estúdio. “Com os mapas nós queríamos manter parte da experiência armada”, iniciou o produtor. “Nós queríamos manter este núcleo por conta da natureza de Call of Duty: rápida, fluída e em 60 frames por segundo. Além de guardar isso, queríamos assegurar aquela filosofia de mapas em três rotas. Queríamos ver os jogadores entrando e saindo das zonas de combate muito rapidamente.”

A novidade de Call of Duty: Advanced Warfare é a possibilidade de voar com os exoesqueletos — e isso também foi muito pensado por Mejia. “A partir das armaduras, nós começamos a construir os cenários por meio da verticalidade. E isso rompeu com várias das coisas que fazíamos nos mapas multiplayer.”

E os exemplos de mudanças não faltam. “Há uma rota por aqui, mas talvez você possa ir por aquela outra forma, ou ainda ir por meio do telhado, não? Isso começa a se aprofundar quando você coloca um modo assim para complementar o mapa, então tivemos muita diversão com isso ao aumentar nossas filosofias de design de cenários”.

Um dos casos citados foi o mapa Pipeline, de Call of Duty 4, que trouxe remodelações interessantes principalmente para quem quiser se aventurar pelas alturas — onde Mejia garante que os jogadores encontrarão armamentos muito interessantes.

Outro ponto citado pelo produtor foi a conexão entre o desenvolvimento do multiplayer com o single player. Apesar dos dois modos serem desenvolvidos por equipes diferentes, a mecânica do exoesqueleto foi trabalhado com muito cuidado pelos designers e animadores para trazer a inovação nas duas experiências.

Por fim, Mejia ainda citou algumas das novidades e como elas foram pensadas durante o desenvolvimento de três anos para trazer uma jogatina diferenciada na série. “Quando colocamos todas as mecânicas novas, nós sabemos que elas irão mudar o jogo — mudar o jeito como você joga Call of Duty, mas fará isso de uma forma que você ainda tenha a experiência principal da série”, explicou, citando exemplos como a customização de personagens e a troca dos nomes nas salas pelos avatares virtuais de cada um dos jogadores.

Será que os jogadores irão aprovar as novidades da Sledgehammer Games? Bom, só saberemos com certeza depois do dia 4 de novembro, quando Call of Duty: Advanced Warfare será lançado para PC, PlaYStation 4, PlayStation 3, Xbox One e Xbox 360.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.