Voxel

Produtor comenta as novidades de The Legend of Zelda: The Wind Waker HD

Último Vídeo

O Produtor de Zelda, Eiji Aonuma, comentou sobre as possíveis novidades que devem acompanhar o relançamento de The Legend of Zelda: Wind Waker.

Aonuma afirma que o game não deve trazer diferenças de sua versão original, incluindo novas dungeons ou um modo mais difícil para os jogadores que já viveram a aventura e buscam algo mais desafiador. Segundo o produtor, o título deve incluir, além dos gráficos em HD, apenas alguns ajustes na jogabilidade, como a velocidade de navegação do herói.

Segundo analistas, talvez a falta de extras e novidades em relação ao original não seja suficiente para que o jogo possa alcançar um bom número de vendas. Entretanto, Aonuma garante que essa versão de Zelda está sendo produzida como uma ferramenta “de treino” para que sua equipe possa aprender como funciona o Wii U e o que ele pode fazer, antes de passar para o próximo grande game da série Zelda, que ele sugeriu já estar em desenvolvimento.

O game The Legend of Zelda: The Wind Waker original para o Gamecube possui um ritmo “estranho” na sua segunda metade, segundo alguns jogadores. Isso se dá pelo fato de que a Nintendo escolheu remover algumas dungeons da aventura durante o desenvolvimento do título.

Img_normal
Quando questionado sobre a possibilidade de incluir tais locais no remake do game, Aonuma afirmou que isso não é mais possível, pois essas dungeons já foram reaproveitadas em outros games da série (ele se recusa a revelais quais) que vieram depois de Wind Waker.

Além disso, Aonuma não acha que seria interessante mudar muito o game original — que já é considerado um clássico —, portanto a equipe deve ajustar o “ritmo” do jogo para que a aventura fique com mais naturalidade e os jogadores não tenham a impressão de que algo está faltando.

O futuro da Nintendo

Em uma entrevista para o Engadget, durante a E3 2013, Aonuma declarou que acredita que a Nintendo “precisa crescer e evoluir”. O desenvolvedor está ciente do conservadorismo da companhia, e a empresa teme que se a fórmula de games como Zelda mudarem muito, eles percam a sua magia e deixem de ser especiais para o público.Img_normal
Entretanto, a companhia está dando passos, mesmo que lentos, para a inovação e, aos poucos, tentando deixar de se prender tanto ao passado. Aonuma garante que já no próximo ano teremos surpresas vindas da Nintendo.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.