Voxel

Produtor comenta sistema de exploração e de combate em The Order: 1886

Último Vídeo

Depois do fundador da Ready at Dawn comentar que o visual de The Order: 1886 estaria muito melhor do que aquele apresentado na E3, eu comentei que não ia demorar para que mais informações sobre o game surgissem. E eis que a revista Edge trouxe um punhado de detalhes inéditos sobre o game.

De acordo com a publicação, a primeira grande promessa do estúdio é conseguir criar um mundo fantástico que seja, ao mesmo tempo, verossímil. E, para criar essa Londres alternativa, a equipe de criação apostou na iluminação e em seus efeitos na densa névoa que cobre a cidade, ampliando a imersão do título.

Por outro lado, isso não significa que você terá total liberdade na hora de explorar esta nova realidade. O diretor criativo da Ready at Dawn, Ru Weerasuriya, conta que, apesar de adorar ambientes que favorecem a exploração, isso só funciona quando o jogador recebe algo em troca por isso. Desse modo, ele conta que, apesar dos esforços de introduzir esse retorno em The Order, a campanha vai se concentrar em conduzir o indivíduo e eles não querem nada que possa comprometer essa jornada.

Um shooter porradeiro

Já em relação à jogabilidade, a EDGE afirma que a mecânica geral ainda é herança daquilo que Gears of War trouxe, ou seja, uma mecânica mais ágil, intensa e baseada no uso do cenário para se proteger dos ataques inimigos — uma combinação que vem se mostrando certeira nos shooters de terceira pessoa.

Contudo, Weerasuriya explica que eles fizeram mudanças significativas dentro dessa fórmula. Segundo ele, o estúdio não quis seguir uma cartilha na hora para criar o game, mas manter apenas aquilo que eles realmente gostam do gênero e tirar aquilo que parecia não funcionar tão bem. O diretor criativo conta ainda que, dentro desse caldeirão de influências, a Ready at Dawn inseriu elementos que eles mesmos acreditavam que funcionaria dentro daquela temática.

A partir de sua experiência com a criação de dois God of War para o PSP, por exemplo, a adição de golpes físicos vem para trazer um pouco de variedade ao shooter. Assim, em vez de somente equilibrar essas duas características, a produtora se preocupou em fazer um jogo de tiro que também se aproveita de diferentes sistemas de combate físico.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.