Voxel

Produtor explica as novidades de Ninja Gaiden 3

Último Vídeo

Img_normal
Após a tonelada de informações liberadas na E3, eis que a Team Ninja volta a público para explicar mais alguns detalhes sobre o aguardado Ninja Gaiden 3. Entre os pontos mais comentados pela desenvolvedora, as novidades na jogabilidade e as características tradicionais da série foram os que mais se destacaram.

De acordo com o produtor do título, Yousuke Hayashi, o game continua com sua marca registrada em alta: a violência. No entanto, a diferença é que, dessa vez, não veremos decapitações ao longo da história ou outras bizarrices sanguinárias. Segundo Hayashi, o novo Ninja Gaiden trata de violência, mas não de um modo grotesco como em seu antecessor.

Essa decisão, conforme afirmou o produtor, é para deixar claro que Ryu luta contra humano e não contra monstros. Além disso, esse aspecto será um dos principais temas abordados em Ninja Gaiden 3, assumindo uma perspectiva nunca utilizada na série.

Novos comandos

Hayashi explicou também um pouco sobre o funcionamento dos novos controles, uma das principais inovações do título. Segundo ele, há uma fase tutorial que servirá para introduzir os jogadores no mundo de Ryu, além de apresentar os comandos. A ideia é demonstrar como a ação funciona para que o usuário tenha domínio das principais técnicas logo de início.

Img_normal
Sobre os quick time events que foram exibidos durante a E3, o produtor afirmou que eles só aparecem no começo da trama. De acordo com ele, essa indicação deixa de ser mostrada a partir de determinado momento, assumindo que o usuário dominou aquela perícia.

Ninja Gaiden no Wii U

Por fim, a Team Ninja comentou o desenvolvimento de Ninja Gaiden: Razor’s Edge, título que está sendo desenvolvido com exclusividade para o Wii U. De acordo com o estúdio, a tela do controle será usada de modo semelhante ao que foi feito em Dragon Sword, lançado para Nintendo DS.

Entretanto, a utilização da touchscreen será opcional, ou seja, os jogadores que preferirem a jogabilidade clássica não se sentirão prejudicados.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.