Voxel

Produtor explica integração social utilizada em Ruin e detalha comunicação entre Vita e PS3

Último Vídeo

Img_normal
Uma das principais atrações no anúncio do PlayStation Vita, o game Ruin chamou a atenção de todos durante a conferência da Sony na E3 não apenas por ser um dos primeiro títulos inéditos do novo portátil, mas também por ser um dos pioneiros na utilização de dados sociais para a composição da experiência.

De acordo o produtor do game, Travis Williams, a ideia de integrar esse tipo de informação com a fórmula básica de um RPG de ação empolgou toda a equipe de desenvolvimento. A ideia é fazer com que suas vitórias e derrotas possam ser visualizadas por outros jogadores, além de oferecer recursos como conversação, comércio e até mesmo competições entre os usuários.

Segundo Williams, o grande ponto de Ruin não está apenas nesse aspecto social no título – algo que já é feito em muitos MMOs –, mas fazer com que isso gere uma rivalidade entre os jogadores. “Não basta você vencer, é preciso fazer com que os outros saibam disso”, afirma o produtor em seu publicação no blog oficial do PlayStation.

Entre plataformas

Outro ponto explicado por ele é a tão comentada ligação entra Vita e PS3, que permitirá que as pessoas avancem na trama tanto em uma plataforma quanto em outra. O interessante é que o arquivo salvo pode ser enviado do portátil para as nuvens e baixado no console de mesa para continuar a aventura do mesmo ponto em que parou.

Img_normal
Além disso, o vice-presidente da Idol Minds, Jeff Litchford, afirmou que o tamanho do save será bastante reduzido para que o tempo de envio e download entre os sistemas seja feito da maneira mais rápida possível. Segundo ele, o documento não deve ultrapassar os 250 KB.

Contudo, algumas dúvidas ainda pairam sobre essa conectividade oferecida por Ruin. A desenvolvedora afirmou que essa comunicação entre os sistemas pode ser feita tanto por meio de um roteador local quanto pela nuvem. Além disso, para quem acreditava que teria de assinar a PlayStation Plus para ter acesso a esse recurso entre Vita e PS3, o vice-presidente afirmou que isso não será necessário, pois a funcionalidade estará disponível gratuitamente. Resta apenas saber se será preciso ter duas cópias do jogo ou o compartilhamento também é feito entre os consoles.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.