Profissionais de League of Legends são banidos e deixam equipe europeia

Profissionais de League of Legends são banidos e deixam equipe europeia

Último Vídeo

Os jogos online são conhecidos por frequentemente serem envolvidos por xingamentos, mesmo durante as partidas contra os melhores do mundo. Este foi o caso dos jogadores profissionais de League of Legends Alfonso "Mithy" Aguirre Rodriguez e Erlend "Nukeduck” Holm, que foram suspensos do circuito profissional da Riot Games por comportamento tóxico frente aos demais usuários – acarretando até mesmo a remoção dos dois da equipe europeia Ninjas in Pyjamas.

Segundo o anúncio do estúdio em seu fórum oficial, ambos os competidores tinham uma média de 30% de reclamações durante todas as partidas que jogavam, e a maioria delas feria os quesitos “linguagem ofensiva”, “atitude negativa” e “abusos verbais”. Estes fatores violaram o código de conduta dos jogadores e as regras propostas pela Riot Games para a participação do circuito profissional, resultando em uma pena de seis meses de suspensão dos eventos oficiais da empresa.

Ambos os jogadores já passaram por vários casos de agressão verbal durante as partidas pelo servidor, muitos deles registrados por vários usuários do Reddit. Mesmo assim, a situação continuou, e a organização Ninjas in Pyjamas anunciou na página do Facebook a decisão de retirar os dois competidores da equipe profissional logo após a suspensão.

YouTubeJogadores atuando pela Ninjas in Pyjamas durante a temporada competitiva de 2013.

O jogador Alfonso Aguirre Rodriguez não se mostrou contratiado à decisão da Riot Games. "Eu devo admitir que eu não tenho o melhor comportamento, então a suspensão foi merecida", comentou o atleta pelo Twitter.

Uma situação muito parecida com essa ocorreu em 2012 no cenário competitivo norte-americano, quando a Riot Games decidiu suspender por um ano as atividades de Christian “IWillDominate” Rivera pelos mesmos motivos dos jogadores europeus. Anteriormente membro da Dignitas, agora o profissional atua na Curse Gaming depois do afastamento temporário.

Nem mesmo o cenário brasileiro escapa das suspensões impostas pela Riot Games. Poucos meses atrás, o estúdio anunciou que vários jogadores profissionais seriam temporariamente banidos dos eventos nacionais pela prática de “elo-boosting” – quando outros invocadores pagam para os profissionais alcançarem ligas mais altas no jogo.

As suspensões da Riot Games evidenciam que mesmo os atletas e competidores profissionais não são isentos das punições pelas atitudes inadequadas. Afinal, se prezamos tanto que os games possam ser um meio de emocionantes competições, também é bom lembrarmos que ele serve de diversão para muitos outros jogadores. E não gostamos de xingamentos enquanto nos divertimos, não é mesmo?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.