Voxel

Próxima geração suporta os ambientes dinâmicos de Battlefield 4 em 60 FPS

Último Vídeo

Img_normal

Durante a gamescom 2013, um escritor do site Game Informer testou a demo de Battlefield 4 e fez observações interessantes a respeito do jogo. Como o título da notícia sugere, a execução dos ambientes dinâmicos nos consoles da próxima geração não é algo custoso, capaz de fazer a taxa de quadros por segundo (FPS) cair enquanto acontece. Pelo contrário: a sua sutileza é tanta, segundo o escritor, que você mal percebe ela acontecendo.

Um exemplo dado no texto é sobre uma tempestade: o céu foi lenta e gradativamente sendo repleto por nuvens, o tempo foi fechando. Enquanto a comparação entre o antes e o depois do cenário mostrem resultados muito diferentes, a transição é tão fluida que parece natural. Logo, isso implica que não há a queda no FPS, pois se ela existisse, seria perceptível as nuvens se movendo de forma travada ou de outra maneira estranha, por exemplo.

Além disso, outro ponto observado é a respeito da vantagem de terreno ter um papel essencial durante as partidas: quem controla os lugares mais altos provavelmente ganha. Inclusive, não adianta se  esconder atrás de cercas de madeira, como antigamente: os disparos as perfuram e acertam quem está do outro lado. E ainda, agora parece haver um Quick Time Event interessante no game: ao levar uma facada de frente, você pode apertar um analógico para reagir ao ataque e esfaquear o agressor com a própria arma.

Battlefield 4 sai para PS3, Xbox 360 e PC em 29 de outubro. A versão para PS4 estará disponível com o lançamento do console, no dia 15 de novembro. No caso Xbox One ainda não há data, mas estará pronto quando o console estiver acessível.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.