Voxel

PS Vita: novos títulos devem afastar a ideia de uma “morte prematura” do sistema, diz Sony

Último Vídeo

Fonte da imagem: Divulgação/Sony
A despeito do início um tanto cinzento do PlayStation Vita ao redor do globo, a Sony parece manter as esperanças — como se tudo, de fato, estivesse dentro dos planos. Afinal, mesmo trazendo um conjunto impressionante de atributos para a jogabilidade portátil, 2 milhões de unidades não representam um impacto assim tão considerável para um novo console da Sony.

Mas sim, teorias relacionadas a uma “morte prematura” ainda podem ser um tanto... Bem, prematuras. “Eu acho que, infelizmente, muitas dessas histórias foram escritas antes do lançamento do Vita”, afirmou o chefe de marketing da Sony, John Koller, em entrevista ao site Kotaku.

É fato, entretanto, que boa parte das previsões pessimistas surgiram pela falta de títulos de peso para acompanhar o lançamento do console. “Sim, há várias questões como ‘Onde está o conteúdo?’. Nós vimos isso. E, em primeiro lugar, há sim um forte reforço a caminho, na forma de títulos físicos: a série Street Fighter, a franquia Madden, os Assassin’s Creeds, os Call of Dutys, os PlayStation All-Stars, todos grandes jogos.” Segundo o executivo, basta que a nova linha de jogos apareça para que grande parte do público do PS3 acabe adotando o sistema.

Img_normal
Além disso, há toda a prospecção realizada antes do lançamento, certo? “Nós sabíamos que havia um mercado. A nossa pesquisa, em quatro anos de criação, apontou que existia um mercado. Nós absolutamente acreditamos isso”. Ademais, de acordo com a sony, as previsões funestas normalmente não levam em conta o bom resultado obtido com as vendas digitais de títulos para o Vita. “Os resultados foram muito maiores do que nós esperávamos”, disse Koller. Bem, agora é esperar pela maré alta de títulos. Fique ligado no BJ para mais novidades.

Fonte: Kotaku

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.