Voxel

PS Vita: Sony reconhece desempenho mediano e comenta cortes nos preços

Último Vídeo

Fonte da imagem: Divulgação/Sony
Sim, a Sony reconhece: o PlayStation Vita anda com um desempenho um tanto abaixo do esperado. Dessa forma, a companhia planeja lançar mão de algumas táticas, a fim de preservar os “dez anos” previstos para o ciclo de vida do portátil.

“Talvez nós estejamos, atualmente, um pouco atrás dos números originalmente previstos”, admitiu o presidente da SCE Japan, Hiroshi Kawano, em entrevista à Famitsu. “Eu sinto que há um caminho a percorrer para extrair o melhor do vita — e também obter tudo o que os softwares têm a oferecer.”

Em relação ao corte de preços recentemente implementado, trata-se do resultado de uma pesquisa de mercado. Segundo Kawano, há dois motivos principais por trás do receio de boa parte dos consumidores frente ao Vita: altos preços e falta de jogos (quem diria?). “Mas nós também aprendemos com essa pesquisa que as pessoas que compraram um Vita estão tremendamente satisfeitas com ele”, complementa o executivo.

“Games que as pessoas queiram jogar”

Img_normal
Ademais, a Sony deve manter o projeto de expandir cada vez mais os jogos disponíveis para o Vita. “Eu quero que continuem sendo lançados mais e mais jogos que as pessoas queiram jogar (...). Foram lançados aproximadamente 100 títulos no espaço de um ano, e eu quero ir além disso, já que temos muitos jogos bons.”

Por fim, Kawano conclui: “vamos mostrar uma atitude realmente ofensiva em 2013”. Resta, entretanto, saber se a Sony não se encontrará, novamente, atrás das próprias projeções.

Fontes: Famitsu, Polygon

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.