Voxel

PS4 aceitará jogos usados e não vai obrigar jogadores a ficarem online o tempo todo

Último Vídeo

A Sony encerrou há poucos instantes a sua conferência na E3, em Los Angeles, onde revelou o visual do PlayStation 4 e o preço do console para os mercados dos EUA e da Europa.

Contudo, um dos momentos que mais arrancou aplausos por parte do público não foi o lançamento de nenhum título em especial ou a descrição de algum recurso arrasador do console: foram duas alfinetadas na Microsoft que fizeram a plateia ir ao delírio.

O primeiro desses momentos foi na confirmação de que o console da Sony aceitará jogos usados. Segundo a empresa, o modelo de negócios adotado no PlayStation 3 se mostrou bem-sucedido e, por conta disso, a companhia não vê motivos para alterá-lo. Aliás, a empresa divulgou até mesmo um vídeo provocativo ensinando os jogadores a emprestarem os seus jogos.

Já o segundo “grande momento” aconteceu na confirmação de que não será preciso estar online o tempo todo para poder jogar, diferente do que a Microsoft propõe para o Xbox One. Por fim, ao anunciar o preço final de US$ 399 – contra US$ 499 do vídeo game da Microsoft – o público presente no evento aplaudiu a apresentação de pé.

Preço e data de lançamento

O PlayStation 4 será lançado incialmente nos EUA e na Europa e deve chegar ao mercado a tempo de ser comercializado no período de festas de final de ano. A Amazon, entretanto, já abriu desde hoje a pré-venda do produto e você pode acessá-la por meio deste link.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.