Voxel

PS4 será um “renascimento dos jogos” e um “retorno ao tempo mágico dos games”, diz Mark Cerny

Último Vídeo

Fonte: Reprodução/NextGenUpdate

Os entusiastas de plantão provavelmente estão animados com a chegada do PS4. Isso porque, além dos excelentes blockbusters exclusivos a aportar no console, a política liberal da Sony permitirá que muitos indies deem as caras no ciclo de vida do PS4. Isso certamente aumenta o cardápio de games criativos do console e, segundo Mark Cerny, arquiteto de sistema do video game, o PS4 será um “renascimento dos games”.

“A variedade de experiência é a chave do PlayStation 4”, disse o executivo em um evento recente da Sony, aproveitando para exaltar que o console será um verdadeiro “regresso à era de ouro dos games, similar ao que ocorreu com o primeiro PlayStation”.

Um “retorno à magia” e a importância dos indies

“Eu sinto o mesmo período mágico que senti nos primeiros anos do PlayStation porque existia uma grande variedade de produtos sendo lançados. Não havia muito esse padrão universal que vocês podem ter constatado nos últimos anos da geração do PS3, e realmente acredito que estamos voltando àquele tempo [mágico de antigamente]. Acho que isso é algo muito bom”, ponderou o criador.

The Witness é uma das propostas indie para o PS4 e terá exclusividade temporária no console. Não há previsão para os outros sistemas ainda. Fonte da imagem: reprodução/DigitalSpy

Segundo Cerny, o período do PS1 foi uma época em que “não havia um livro com regras, as equipes eram pequenas, os projetos eram baratos e você poderia fazer um jogo por algumas dezenas de mil dólares”. Ele citou projetos como Xi (relativamente recente, de 2009) e PaRappa the Rapper resultantes desses planejamentos de baixo orçamento (porém absolutamente criativos).

“Eles [profissionais envolvidos] finalizaram esses jogos, colocaram-nos à venda e eles foram vendidos. (...) Muitos desses jogos que foram feitos por equipes enxutas e orçamentos apertados foram sucessos fenomenais”, elogiou, dizendo que o PS4 vai “ajudar a indústria a retornar a esse tempo mágico”.

“A barreira de entrada que tecnologicamente existia no PS3 acabou. Se você pode fazer jogos para PC, pode fazer jogos para o PS4. Então é muito mais fácil trazer jogos para a plataforma ou, se você for desenvolver na [própria] plataforma, repito, é igualmente fácil”, afirmou Cerny, endossando que os indies, por menores que sejam, terão o suporte à disposição. “Se você for um desenvolvedor indie pequeno, basta começar enviando uma mensagem no Twitter do Shahid Ahmad [executivo responsável pela administração dos indies]. É assim que fazemos negócios agora”, cravou.

Que venham novos ares mágicos em nossos tempos!

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.