Voxel

PS4: Sony explica a cobrança pelo multiplayer online

Último Vídeo

A apresentação da Sony durante a E3 (Electronic Entertainment Expo) deste ano deixou muitos sorrisos na plateia — sorrisos que apenas se tornaram ligeiramente amarelados quando a empresa abordou a cobrança por conteúdos online no PlayStation 4. De fato, a gratuidade de tais serviços é hoje um dos principais diferenciais do PlayStation 3 (embora, convenhamos, a inauguração da PlayStation Plus tenha sido um primeiro passo claro em direção a isso).

Mas há uma boa explicação para a medida, é claro. De acordo com a Sony, o foco da próxima geração do PlayStation em conteúdos online acaba por inviabilizar a opção de gratuidade atual. “Nós já falamos do botão Share, das possibilidades de compartilhamento, das telas adicionais... Caso nós continuemos a investir em infraestrutura online, isso custará muito dinheiro”, afirmou a Sony, em nota oficial.

“Caso nós continuemos com o multiplayer online gratuito, do ponto de vista dos negócios, haverá uma pressão para recuperar gastos. Foi aí que decidimos: ‘vamos pedir para as pessoas mais ativas nos jogos online para que compartilhem uma parte dos custos, de forma que possamos investir mais”, afirma a empresa.

US$ 399 + mensalidades

Fonte da imagem: Divulgação/Sony

Ao final da explicação, há ainda o reforço das decisões que levaram ao preço (até bastante razoável, quando se pensa a respeito) de US$ 399 (aproximadamente R$ 850). “Trata-se do preço ao qual pretendíamos chegar. Nós olhamos com calma para o potencial da tecnologia que colocamos no PlayStation 4.”

De fato, a Sony acredita que, ao ser lançado, o console será “o sistema com maior poderio interno”. No que se refere às cobranças pela PSN, entretanto, é impossível não considerar que se trata de uma decisão até bastante racional. Afinal, se na atual geração os recursos online já assumiram uma espécie de “protagonismo”, é de se esperar que isso vá se intensificar ainda mais na próxima... E isso custa caro, naturalmente.

De qualquer forma, a Sony garante: jogar campanhas multiplayer e acessar serviços de mídia não exigirá uma assinatura da PlayStation Plus — no que se mantém alguma vantagem, sem sombra de dúvida.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.