Voxel
04
Compartilhamentos

PSN: polícia da Espanha prende três integrantes do grupo “Anonymous”

Último Vídeo

A Polícia espanhola afirma ter prendido três integrantes do grupo de ativistas/hackers conhecido como “Anonymous”, acusados de organizar diversos ataques a sites corporativos e governamentais em todo o globo.

De acordo com os policiais, um servidor localizado na moradia de um dos detidos era utilizado para dar coordenadas e levar a cabo as invasões, incluindo os ataques organizados a dois dos maiores bancos da Espanha, à companhia de energia italiana Enel e aos governos do Egito, Argélia, Líbia, Iran, Chile, Colômbia e Nova Zelândia.

Quem anda por dentro da novela da PlayStation Network (PSN) deve saber também que há algum tempo dois integrantes do grupo “Anonymous” afirmaram que pelo menos um dos responsáveis pelo ataque à rede teria ligações com os ativistas.

Embora não tenham revelado suas identidades, ambos afirmaram ao jornal Financial Times terem visto dados técnicos de vulnerabilidades da rede postadas em uma sala de bate papo do grupo pouco antes do ocorrido, acrescentando ainda que nem todos da “Anonymous” concordam com a prática. “Somos um apanhado de ativistas, não um time de hackers organizados”, afirmou uma das fontes, que se identifica como “Kayla”.

Segundo a polícia espanhola, no momento há apenas mais dois países que agem contra os “Anonymous”; são eles os Estados Unidos e a Grã-Bretanha.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.