PUBG Corp pede desculpas por problemas de distribuição de BP Points no PC
Seja o primeiro a compartilhar

PUBG Corp pede desculpas por problemas de distribuição de BP Points no PC

Último Vídeo

A PUBG Corporation, responsável por PLAYERUNKNOWN’s Battlegrounds, divulgou na última quinta-feira (11) um pedido de desculpas aos jogadores do game no PC. Aparentemente, problemas na versão 1.0 do jogo fizeram com a que a distribuição dos BP Points (a moeda interna do jogo) fosse feita de forma incorreta durante as partidas.

PUBG

“Gostaríamos de oferecer nossas mais sinceras desculpas aos usuários que não conseguiram aproveitar totalmente o game porque o BP não estava sendo distribuído corretamente, algo que ocorreu após o lançamento da versão 1.0 no PC até a manutenção do dia 27 de dezembro”, afirma o texto divulgado pela empresa.

A desenvolvedora está oferecendo compensações aos jogadores afetados em diferentes levas, então pode demorar um pouco até você receber seus pontos caso tenha sofrido com a situação. Os jogadores que receberem o BP adicional têm até o dia 9 de fevereiro para resgatá-lo, mesmo que o alerta mostrado pelo game ainda surja em sua tela.

Jogadores querem isolar a China

Apesar de o pronunciamento da PUBG Corp se focar na distribuição incorreta de BP, o tópico relacionado ao assunto foi dominado por outro assunto: os jogadores chineses. Com mais de 350 páginas, a discussão está repleta de pessoas exigindo que a empresa cria travas de região para essa região específica.

PUBG

O argumento é antigo: ao impedir que os chineses tenham acesso a outros servidores do game, as partidas teriam uma redução considerável no número de cheats. Muitos jogadores estão reclamando que a versão “invasão chinesa” está fazendo com que a maioria das partidas se torne inviável caso uma medida não seja tomada.

O criador de PUBG, Brendan Greene, já falou publicamente sobre o tema e disse considerar absurda a ideia de banir um país inteiro por conta de alguns poucos trapaceiros. “Sim, a maioria dos cheaters vem da China, mas isso não significa que todos os chineses são trapaceiros. A ideia de que, porque você tem alguns ovos ruins, tem que banir um país inteiro é um pouco reativa”, afirmou. “Eles amam o jogo. Por que você iria restringi-los de jogar nos servidores? Eu simplesmente não entendo essa atitude de algumas pessoas”.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.