Publishers quiseram trocar o sexo da protagonista de Life is Strange

Publishers quiseram trocar o sexo da protagonista de Life is Strange

Último Vídeo

Nilin, de Remember Me, foi alvo de preconceito durante a busca da Dontnod por uma publisher: algumas empresas se negaram a publicar o título estrelado por uma garota, justificando que apenas o fato da protagonista ser uma mulher já seria o bastante para que ele não fizesse sucesso.

A história se repetiu novamente com Life is Strange, que, dessa vez, é estrelado por Max. Em uma postagem no diário de desenvolvimento do game, a Dontnod revelou que algumas companhias também se negaram a se envolver com o jogo, fazendo pedidos para que Max fosse um garoto. “A Square Enix foi, basicamente, a única publisher que não quis mudar nada sobre o título. Ela não questionou a decisão de fazer Max ser uma garota nem ao menos uma vez”, diz o post.

História que se repete...

A problemática parece ter sido a mesma enfrentada pela 2K, com BioShock Infinite, e pela Naughty Dog, com The Last of Us. No caso do game pós-apocalíptico da Sony, a decisão foi manter Ellie na imagem que ilustra a capa do título, enquanto BioShock Infinite, por motivos mercadológicos, optou por ilustrar somente Booker DeWitt em sua embalagem, excluindo Elizabeth.

Na época do lançamento de BioShock Infinite, Ken Levine justificou a escolha da 2K explicando que é preciso estimular o impulso de jogadores, principalmente os que não seguem portais de notícias especializados, a comprarem o produto — o que, por consequência, faria a empresa conseguir lucro o bastante para continuar na ativa. Em entrevista para a Wired, Levine explicou: “Se eu visse a capa do primeiro BioShock em uma estante, o que eu pensaria? ‘É um jogo sobre um robô e uma garotinha’. Estava tentando ser honesto comigo mesmo”.

Em contrapartida, Neil Druckmann, diretor-criativo da Naughty Dog, explicou que existe um equívoco ao argumentar que games que estampam mulheres ou garotas na capa vendem menos. “Estive em discussões em que pediram para colocarmos Ellie no plano de fundo e todo mundo discordou veementemente”, disse Druckmann.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.