Para qualquer um: Bayonetta 2 é o game com mais acessibilidade de 2014

Para qualquer um: Bayonetta 2 é o game com mais acessibilidade de 2014

Último Vídeo

Bayonetta 2 teve uma crítica excelente no mundo todo, recebendo 85 aqui no BJ, e chegou a concorrer pelo jogo do ano em 2014, perdendo para Dragon Age Inquisition. E nem por isso o game parou de competir por outros prêmios. A AbleGamers, uma ONG que representa jogadores com deficiências, nomeou o jogo exclusivo de Wii U como ganhador da categoria “jogo com melhor acessibilidade” do ano, uma premiação muito mais nobre.

Mas o que exatamente é esse prêmio?

A associação sem fins lucrativos avalia os títulos AAA e indies do ano que tenham o melhor tipo de controle para pessoas com algum tipo de dificuldade, como o daltonismo. São levados em conta os critérios: simplicidade e diversidade dos comandos, visualização para daltônicos, facilidade de interfaces etc.

Bayonetta 2 foi facilmente o vencedor com sua grande variedade de comandos, que variam entre o touchscreen, os botões do gamepad e o Wii U Pro Controller, sendo que todos podem ser configurados para se jogar no modo de um único botão. Além disso, os gráficos do game não atrapalham a visão para quem sofre de daltonismo.

Segundo a AbleGamers, o que se destacou em Bayonetta 2 foi o esquema de controles de um só botão, que, combinado a sua dificuldade variável, pode ser acessível para uma quantidade maior de pessoas. “Como uma prova de conceito, este título demonstra como jogos AAA podem implementar essa mecânica sem influenciar no gameplay”, de acordo com a associação.

Bayonetta 2 é um game de ação hack and slash, baseado em combos e reflexos rápidos. E justamente por tornar acessível uma estrutura complexa como essa para qualquer um que queira jogar é que ele recebeu o prêmio. Os ganhadores da categoria indie foram This War of Mine e Always Sometimes Monsters.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.