Voxel

Em Quantum Break, metade da história é contada por uma série de TV

Último Vídeo

O aguardado Quantum Break, próximo jogo da Remedy e que será exclusivo do Xbox One, terá uma forma original e curiosa de desenvolver a trama. Isso porque o disco do game acompanha episódios com atores de verdade em um estilo parecido com o de uma série de TV – e ambos são igualmente importantes para que você compreenda a história.

Em entrevista ao OXM, um dos responsáveis pelo título esclarece essa questão. "O jogo e o show foram construídos como uma experiência única, que deve ser consumida em um só pacote. Então você joga um capítulo do jogo, aí desbloqueia um episódio da série, joga outro capítulo e desbloquea mais um episódio, e assim por diante", diz o chefe de franquias da Remedy, Oskari Hakkinen.

"Sem contar muito, você olhará para dois lados diferentes da moeda na perspectiva da história. No jogo, você segue a trama de um tema, na série acompanha-se outro", desenvolve o produtor. Segundo ele, não é necessário seguir tudo de forma linear: quem quiser pode pular o show para ver depois, por exemplo. "Isso é para quando você quiser se atualizar no tablet ou dispositivo móvel enquanto está no ônibus, aí chega em casa e está pronto para a próxima experiência".

Hakkinen ainda contou que a própria inspiração da história de Quantum Break partiu de séries de TV, como "Lost" e grandes produções da HBO, como "Família Soprano". Já a ideia de uma narrativa mais pesada vem do produto anterior da Remedy, Alan Wake. O jogo sai em 2014.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.