Quero ver mais jogos multiplataforma de peso no Wii U, diz Reggie Fils-Aime

Quero ver mais jogos multiplataforma de peso no Wii U, diz Reggie Fils-Aime

Último Vídeo

Não há dúvidas de que o Wii U vem recebendo grandes jogos – Mario Kart 8 e Bayonetta 2, além do vindouro Super Smash Bros., são apenas alguns exemplos. Entretanto, Reggie Fils-Aime, chefe da divisão americana da Nintendo, diz que ainda há espaço para que o console cresça e receba mais games de empresas que não estão ligadas à Sony, Microsoft ou Big N. 

“No fim das contas, o que importa para essas empresas é a base instalada para vender seus jogos e o grupo para o qual elas podem direcionar seus produtos. Elas também querem um ambiente com boa conexão para explorar conteúdos para download ou vendas digitais. No caso do Wii U, numa comparação com o ano passado a nossa base de usuários é quase o dobro. Estamos construindo esse caminho para as empresas com a ajuda de títulos como Bayonetta 2 e Mario Kart. Falando do território norte-americano, quase todo Wii U está conectado à internet”, explicou Fils-Aime em entrevista ao site re/code. 

“Adoraria ver Call of Duty na nossa plataforma. Gostaria de ter qualquer um desses títulos de peso multiplataforma [no Wii U]. Mas preciso dizer que, mais especificamente, quero jogos que entreguem uma experiência diferenciada ao consumidor. Se você olha para as outras duas plataformas, fundamentalmente, qual é a diferença? Quando você observa uma, ou mesmo as duas, o que elas não possuem? Elas não possuem os nossos games, como Mario e Zelda. Prefiro muito mais estar onde a Nintendo está, com uma plataforma diferenciada e que é capaz de proporcionar algo único ao consumidor”, concluiu o executivo da Nintendo. 

Outro detalhe mencionado pelo chefe da divisão americana da Nintendo é que a empresa não vai apresentar o sucessor do Wii U enquanto os produtores não alcançarem o potencial da plataforma que está no mercado.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.